quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Autores de Dragonlance estão processando a Wizards of the Coast


  
Autores de Dragonlance estão processando
a Wizards of the Coast

 
Para quem curte literatura relacionada com RPG ou fantasia os nomes Margaret Weis e Tracy Hickman são facilmente reconhecidos. Autores e criadores do mundo de Dragonlance, para D&D, e uma enorme série de romances relacionados ao cenário, ele entraram com uma ação judicial contra a Wizards of the Coast por quebra de contrato.

Essa ação contra a Wizard of the Coast ocorre pela empresa rescindir ilegalmente seu contrato para uma trilogia de romances a ser publicada pela Penguin Random House. A reclamação, apresentada em Seattle, WA em 16 de outubro, relata os acontecimentos pelos quais os autores passaram no início de 2017, período durante o qual se encontraram com representantes da WotC e, por fim, assinaram um contrato de publicação para uma nova trilogia de romances. Em novembro de 2019, segundo o processo, Weis e Hickman tinham um acordo fechado com a Penguin Random House e um manuscrito completo do “Livro 1”, que trazia o título provisório de  Dragons of Deceit .

No entanto, em agosto de 2020, durante uma reunião com os “executivos do alto escalão” da WotC, os autores foram informados de que nenhum rascunho adicional “ou qualquer trabalho subsequente na trilogia” seria aprovado. Além disso, os autores afirmam: “a rescisão foi totalmente arbitrária e sem base contratual” e a Wizards agiu “de forma atordoante e descarada má-fé”.

Os autores vinculam a rescisão de seu contrato a eventos na mesma época em que a empresa estava sofrendo de más relações públicas. Durante o verão, surgiram histórias que alegavam problemas nas práticas de contratação da WotC e outras “formas de insensibilidade cultural”. Para se defender de novas críticas, alegam os autores, a Wizards e sua empresa-mãe, a Hasbro, mataram o negócio com Dragonlance.

A reclamação observa que a Wizards mudou a equipe editorial da trilogia Dragonlance em junho de 2020, acrescentando Nic Kelman, a quem a reclamação alega “foi uma escolha controversa” devido a questões de “misoginia e pedofilia” levantadas sobre seu 2019 Girls: A Paean. Depois que Kelman foi designado, os autores tiveram uma série de conversas sobre “questões de sensibilidade” nos trabalhos em andamento de Weis e Hickman, que reescreveram dezenas de páginas para atender aos pedidos da Wizard.

A reclamação prossegue, observando que a Wizards passou pelas costas de Weis e Hickman para interferir em seu relacionamento com a Penguin Random House. A reunião de 13 de agosto se seguiu depois disso, durante a qual o advogado da Wizard, Nick Mitchell, argumentou que “Não estamos avançando em direção a uma violação, mas não aprovaremos quaisquer novas minutas”, uma decisão que Weis e Hickman argumentam que efetivamente encerra seu contrato. Os autores estão buscando compensação por danos em “mais de US $ 10 milhões”.

A Wizards of the Coast não divulgou uma declaração sobre o processo.

[Notícia traduzida do site cbr.com, autoria de James Hanna]

 

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Terminator RPG anunciado

 Terminator RPG anunciado

  

Foi anunciado Terminator RPG,
  uma adaptação oficial de Exterminador do Futuro para o RPG. Ele foi anunciado pela Nightfall Games e usará o sistema S5S, que usa até seis d10s por jogador, com um deles atuando como um dado de sucesso e os outros cinco como dados de habilidade. Nada além disso foi informado. Vamos ficar atentos e trazer as notícias conforme elas forem surgindo!

Arquivo de Fichas – Mutantes e Malfeitores 3ªed Impulso [Bart Allen]

 Arquivo de Fichas – Mutantes e Malfeitores 3ªed
Impulso [Bart Allen]

Ficha DC 3ªed 012
 


“Ah, é... Supervelocidade... Simbora!”
 
NP: 11

HABILIDADES
Força   1       Vitalidade     3      Agilidade   4      Destreza   1
Luta     5       Inteligência  2       Prontidão  2      Presença   3
 
PERÍCIA
Acrobacia 6 (+10), Atletismo 8 (+9), Combate corpo a corpo (desarmado) 5 (+10), Percepção 6 (+8), Persuasão 3 (+6)

VANTAGENS
Ação em movimento, Ataque acurado, Ataque imprudente, Ataque dominó 6, Desarmar aprimorado, Esconder-se em plena vista, Esquiva fabulosa, Finta ágil, Iniciativa aprimorada 8, Tontear, Zombar.

PODERES
Conexão com a Força Conduite • 94 pontos

Velocidade 19; EAD: Peculiaridade 1 (emana eletricidade quando em alta velocidade); EAD: Esquiva Melhorada 15; EAD: Aparar Melhorado 14; EAD: Movimento 6 (Andar na água, Escalar paredes, Viagem temporal 2, Viagem dimensional 2); EA: Intangibilidade 4 (Falha: Concentração); EAD: Dano 2 (baseado em força – Extra: Multiataque)

Rapidez 20 (Falha: Limitado à um tipo/tarefas físicas)

Aura protetora: Imunidade 7 (Fadiga, fricção, pressão)

Regeneração 5

Sentidos 3 (visão acurada, sentido de distância)

Vórtices com braços: Aflição 10 (Impedido, Imóvel, Caído – Extra: Cumulativo, Distância aumentada/À distância, Área/Cone)

 
OFENSIVO
Iniciativa +35
Desarmado +10 – Corpo a corpo, Dano 3, Multiataque

DEFENSIVO
Esquiva   +19            Fortitude        +5
Aparar     +19            Resistência    +3
Vontade   +5

COMPLICAÇÕES

Motivação: fazer o bem

Responsabilidade: leva o legado da ‘família’ Flash.

Temperamento: assim como seu poder, Bart é impulsivo, agindo primeiro e pensando depois.

Relacionamento: considera o Superboy (Conner Kent) seu melhor amigo.

Peculiaridade: fala apressadamente e sem parar.

Inimigos: todo e qualquer inimigo de algum membro da ‘família’ Flash.

 
Total: Habilidades 42 + Perícias 14 (28 graduações) + Vantagens 23 + Poderes 94 + Defesas 5 = 178

Ficha em PDF






segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Vamos conhecer o Lost Omens: Pathfinder Society Guide

 Vamos conhecer o
Lost Omens: Pathfinder Society Guide

 

Um dos últimos suplementos lançados pela Paizo para Pathfinder este ano foi Lost Omens: Pathfinder Society Guide. Como de costume costumamos procurar boas resenhas para apresentar para os jogadores brasileiros de P2e antecipando o que, com toda a certeza, veremos em breve em português (lançado pela New Order). A primeira coisa que alguns podem perguntar é o que raios seria a o Pathfinder Society (ou, em português, Sociedade Pathfinder). Bom, isso é mio complicado pois mistura duas coisas, mas esta resenha de Jason MacDonald, do ótimo site Rollforcombat, vai esclarecer isso de forma simples. Vamos acompanhar?
 

Você gostaria de aprender mais?

 
Você nunca sabe quem está lendo essas coisas pela primeira vez, então vou começar com o básico: o que é a Sociedade Pathfinder? E a resposta é, na verdade, duas coisas.

Primeiro, há o “Pathfinder Society”, a mecânica do jogo, que irei apresentar, e depois não falaremos mais sobre isso. Pathfinder Society Organized Play (o título formal [nota do tradutor: aqui no Brasil chamado de campanha organizada]) é principalmente uma maneira de criar um campo de jogo nivelado para quando pessoas de diferentes grupos de jogos se sentam juntas em uma nova mesa - pense em convenções, dias de jogo em lojas locais e assim por diante. Em seu jogo doméstico, você pode ser um Nível 7 com itens mágicos em todos os slots; embora eu possa ser um nível 7 com o conjunto de armadura com que comecei o jogo, ficando sem comida para pagar minha primeira runa de arma +1 porque meu mestre gosta de infligir dor. O Jogo de Sociedade cria um conjunto de regras que mantém os personagens de todos rapidamente no mesmo nível, de modo que nosso Nível 7 seja equivalente se jogarmos juntos. Também fornece uma cola de história bem solta para estranhos irem juntos em uma aventura - a Sociedade escolheu vocês como um time e lhes deu esta missão. E para alguns jogadores, isso é tudo - o motivo da temporada de caça aos orcs.

domingo, 18 de outubro de 2020

Arquivo de Fichas – Mutantes e Malfeitores 3ªed Moça Maravilha [Cassie Sandsmark]

 Arquivo de Fichas – Mutantes e Malfeitores 3ªed
Moça Maravilha [Cassie Sandsmark]

Ficha DC 3ªed 011
 

“Vou descobrir o que eu sou quando ninguém
estiver me dizendo o que eu sou!”
 
NP: 13

HABILIDADES
Força   14     Vitalidade     9      Agilidade   6      Destreza    4
Luta      7      Inteligência  1      Prontidão   2      Presença   2
 
PERÍCIA
Acrobacia 6 (+12), Atletismo 4 (+18), Combate à distância (Laço) 6 (+10), Combate corpo a corpo (desarmado) 3 (+10), Intuição 5 (+7), Percepção 6 (+8)

VANTAGENS
Ação em movimento, Ataque acurado, Avaliação, Derrubar aprimorado, Interpor-se, Liderança, Tomar iniciativa

PODERES
Semi-deusa grega 48 pontos

Imortalidade 5 (1 dia)

Voo 7

Poder de Carga 3

Aparar Melhorado 5

Esquiva Melhorada 6

Velocidade 5

Proteção 5

 
Laço do Relâmpago (Falha: Removível facilmente) • 18 pontos

Dano 11 (Descritor elétrico – Extra: Distância aumentada/à distância) – Ligado – Aflição 8 (Amarrado, Tonto, Abatido)

 
OFENSIVO
Iniciativa +6
Desarmado +10 – Corpo a corpo, Dano 14
Laço do Relâmpago +10 – À distância, Dano 11

DEFENSIVO
Esquiva   +12            Fortitude         +10
Aparar     +12            Resistência     +14
Vontade     +4        
 
COMPLICAÇÕES

Motivação: Justiça

Relacionamento: tem interesse em Conner Kent (Superboy II) embora nunca tiveram anda firme.

Relacionamento: relacionamento com seu avô, Zeus, é complicado.

Admiração: Cassie admira todas as outras mulheres que levam ou levaram o manto de Mulher-Maravilha .

Relacionamento: é próxima de sua mãe, Helena Sandsmarks.

Inimigo: todo inimigo da Mulher-Maravilha é um inimigo em potencial.

Perda de Poder: Zeus deu à mãe de Cassie o poder de tirar os poderes de Cassine por um curto tempo com apenas um toque.

 
Total: Habilidades 90 + Perícias 15 (30 graduações) + Vantagens 7 + Poderes 66 + Defesas 3 = 181

Ficha em PDF





sexta-feira, 16 de outubro de 2020

O projeto Gamer Pride da Wizard of the Coast

 O projeto Gamer Pride
da Wizard of the Coast

 
A Wizard of the Coast, em seu projeto Gamer Pride está vendendo camisetas com o intuito de apoiar a comunidade LGBTQ dentro e fora de do ambiente de D&D. As camisetas têm uma tiragem limitada de 2000 exemplares e a renda está sendo destinada à Lambert House. A camiseta estampa um dragão com um coração formado pelo “D” de D&D e lançando uma baforada formada pelo arco-íris que simboliza o movimento LGBTQ. Se quiser obter a sua ou conhecer o projeto clique AQUI!



quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Cenário de RPG – 84

 Cenário de RPG – 84

Um belíssimo cenário de dois andares de uma dungeons no incrível trabalho da rpgista Hailey Ahten (Boisa, Idaho, EUA) com seu grupo para duas sessões.

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Resenha de Aliens RPG edição em português

 Resenha de Aliens RPG
edição em português


 
Alguns anos atrás, quando vi pela primeira vez o anúncio de que um RPG para a franquia Alien seria lançado, torci muito para que ele chegasse ao Brasil. Ele ser lançado por uma grande e premiada editora de RPG mundial, a sueca Free League Publishing, já era um ótimo indicativo de que isso seria possível... e isso se tornou realidade. Alien RPG já está entre nós, em português, lançado pela New Order.

Sempre fui um grande fã tanto da série de filmes quanto dos quadrinhos. Ainda lembro da primeira vez que assisti Aliens: o Regaste no cinema, em 1986. Eu tinha recentemente assistido Aliens: o 8º Passageiro em vídeo (este eu só vi em VHS já que em seu lançamento eu tinha apenas sete anos), em casa, e fui ao cinema esperando o mesmo turbilhão horror e suspense. A experiência de vivenciar na telona o medo vivido pelos personagens foi ainda maior e mais intensa do que o esperado e me marcou para sempre. Ainda assisti ele mais duas vezes no cinema naquele mesmo mês.

Muitos anos depois, quando já dentro do mundo do RPG, sempre tive aquela vontade de ver Aliens em uma mesa, com um competente mestre fazendo seus jogadores suarem frio. Embora muitos sistemas genéricos fossem (e ainda são) propícios para a criação de aventuras que usem a franquia Aliens como foco, sempre considerei que ela merecia uma publicação somente sua. Com um cenário muito maior do que o apresentado nos filmes, era necessário que uma publicação rica em informações e exclusiva em dados e regras fosse lançada para dar o suporte adequado aos jogadores na recriação do mesmo ambiente, possibilitando aventuras que pudessem ir muito além de um simples ‘horror em uma nave espacial’. Alien RPG é esse livro.

Pathfinder Segunda Edição - Elaborando Classes: Ideias para Bruxa

 Pathfinder Segunda Edição
Elaborando Classes
Ideias para Bruxa

 

Com a chegada do Advanced Player’s Guide os jogadores de Pathfinder 2e ganharam quatro classes novas para criação de seus personagens. Cada uma delas, com suas peculiaridades, são ótimo combustível para mais uma infinidade de criações para sua mesa. Hoje vamos ver o primeiro dessas quatro novas classes. Vamos acompanhar mais um artigo de Abram Towle ampliando os horizontes das classes em Pathfinder 2.

Ideias para Bruxa


As bruxas costumam ser retratadas da mesma maneira: mulheres mais velhas morando sozinhas em uma cabana em ruínas no meio da floresta. Você tem caldeirões, olho de salamandra e todos os tipos de feitiços assustadores que visam instilar medo nos corações de todos.

Felizmente para você, é hora de mudar todos esses estereótipos! As bruxas permitem uma tonelada de liberdade criativa. As bruxas obtêm seus poderes de um patrono, manifestado na forma de um familiar. É aqui que entram todos os tropos do gato preto. Por alguma razão, um patrono escolhe uma Bruxa para realizar alguma agenda misteriosa no mundo. As bruxas canalizam os poderes de seu patrono para promover esses objetivos - às vezes sem nem perceber -, mas também conseguem promover suas próprias maquinações.

Como Bruxa, você usa bruxaria para trazer dificuldades aos outros, fazendo com que você pareça bem no processo. É importante notar, no entanto, que os Patrono tendem a inclinar-se para os lados neutro e ‘maligno’ do gráfico de alinhamento. Isso não significa, porém, que seu personagem deva necessariamente refletir esses ideais. Pode ser aí que seu poder se origina, mas não precisa ser onde termina.

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Terrors and Tommyguns, um RPG de horror cósmico noir em financiamento coletivo

 Terrors and Tommyguns, um RPG de horror
cósmico noir em financiamento coletivo

 

Mais um projeto interessante de financiamento coletivo de RPG chegando lá fora. Terrors and Tommyguns, da Drinking Horn Games, criação de Nick Porter e Dominic de Duonni, um RPG de horror cósmico noir. O projeto vai até 27 de outubro e já está financiado no Kickstarter, com entrega marcada para março de 2022. Vamos conhecer o projeto:


Bem-vindo a Nova Babilônia
 
À medida que o bourbon desaparece, também desaparecem as vozes. Uma colher de açúcar ajuda a diminuir a insanidade, suponho. Visto meu sobretudo e chapéu e saio do escritório. Os Limpadores já estão aqui, mas não falo com eles. Os profissionais sabem quando deixar outros profissionais trabalharem e somos todos profissionais desta zona da cidade. Quando chego ao saguão, já posso sentir o cheiro da fumaça.

 

Acendo outro cigarro enquanto o fogo se espalha por todo o prédio. Mais sirenes, desta vez vindo em minha direção. Foi uma semana horrível. Mas então, nesta cidade, toda semana é uma semana infernal. Na verdade, foi apenas mais uma semana na Nova Babilônia.

 

Eu não olho para trás enquanto as chamas consomem o prédio.

 

Eu nunca olho.

 

domingo, 11 de outubro de 2020

Cenários – 83

Cenários – 83


Cenário criado por Kasper Lykke Hansen usando principalmente material da Dwarven Forge. 


Material de Apoio - Locais inspiradores V: Castelo Hohenstein

Material de Apoio - Locais Inspiradores V
Castelo Hohenstein

 
Este é o Castelo Hohenstein, localizado na Baviera, Alemanha. Sua origem é incerta e a primeira menção à ele remonta ao século XI, com registros de 1163. Seu nome mudou ao longo do tempo, inicialmente se chamando Hohenstaufen e depois assumindo o nome Hohenstein.