terça-feira, 31 de maio de 2011

Tirinha: Zhari Meia Noite

Ep 5 - Perícias Ladinas

Camuflagem só não melhor que a caixa de papelão do Metal Gear Solid 1!













Clique na imagem para ampliar!

Mini revista 3d&T em sua primeira edição

Finalmente algo novo

Um pessoal do Fórum Jambô resolveu arregaçar as mangas e criar algo novo para os fãs do sistema 3d&T. Assim chega às nossas mãos uma nova revista digital, a "3d&T Alfa". Ela foi iniciativa do Luís Brüeh e terá como tema central o sistema 3d&T. Nesta primeira edição eles discutem um sistema de combate baseado em hexágonos.

Este tipo de iniciativa, mesmo que alguns possam achar discutível, é muito importante, pois vemos a rapaziada criando coisas novas, fugindo do feijão-com-arroz. Vale à pena conferir o ótimo trabalho gráfico da revista. E vale testar as novas regras que eles sugerem!!!

Para conferir mais informações, visitem o blog 'Que Absurdo". Para baixar a revista é só clicar na imagem abaixo!!!

Demolidor e Luke Cage rumo ao cinema

Mais filmes da Marvel!

Um rumor e uma curiosidade. O rumor veio por pelo Twitter de David Slade ("30 Dias de Noite) escolhido à algum tempo como diretor do remake do Demolidor. Segundo o diretor na próxima semana teremos notícias e confirmações sobre a produção. Aposta-se que haja a confirmação da história que seguiria na película. Todos estão entusiasmados com a possibilidade de o filme se relacionar com a saga dos quadrinhos "A Queda de Murdock", de Frank Miller. Eu também estaria, mas com ressalvas. Por que digo isso? Para quem conhece o personagem sabe que aquela saga seria como uma resposta do Rei do Crime, Wilson Fisk, à atividade do Demolidor contra o crime. Então seria meio estranho que eles conseguissem colocar tudo num único filme. Para mim teria mais lógica que isto surgisse num segundo filme, e o primeiro ficasse mais centrado no surgimento do herói. O espanhol Blog de Super-heróis e alguns sites americanos dizem que não ficariam surpresos se Robert Pattinson surgisse como o novo Murdock (!! era só o que faltava !!)

A segunda notícia, que surge mais como curiosidade, é a campanha ferrenha que o ator Isaiah Mustafa está realizando para ser o protagonista de um futuro filme sobre o personagem da Marvel Luke Cage. Foi postado um vídeo onde o ator interpretaria de forma caseira o personagem. O vídeo até que ficou interessante. Vamos ver se dará certo. Confira abaixo!!

Trailer do modo campanha de Gears of War 3

War in Black Sabbath

Um trailer de se tirar o chapéu. Ao som de Black Sabbath somos apresentados à várias cenas intercalando gameplay e cenas cinematográficas. Ótima junção. O jogo será lançado em 20 de setembro.

Novidades sobre The Hobbit

Muito mais sobre The Hobbit

Este início de semana nos reservou muitas novidades. Outra delas é sobre The Hobbit, a nova adaptação da obra de Tolkien. Foram divulgados os nomes oficiais e as datas das estréias dos dois filmes. O primeiro deles se chamará"The Hobbit: An Unexpected Journey" ("Uma Jornada Inexperada") e terá estréia em 14 de dezembro de 2012. Já o segundo filme se chamará "The Hobbit: There and back Again" ("Lá e de voltaoutra vez") com estréia dia 13 de dezembro de 2013.

Além disso, o diretor Peter Jackson respondeu perguntas dos fãs via Facebook. Inicialmente foram vinte, mas quem sabe isso não se torna um hábito durante a produção. Entre as questões destaca-se uma sobre a batalha de Dol Guldur e o Conselho Branco.Quem sabe o que aparecerá em seguida por lá. Acompanhe por AQUI!

Abaixo uma foto que achei em vários dos tantos sites que falam sobre o filme de um momento de descontração entre Peter Jackson (à esquerda, o diretor),Ian McKellen (à direita, que interpreta Gandalf) e Hugo Weaving (ao centro, que interpreta Elrond).


segunda-feira, 30 de maio de 2011

Reveladas capas de Dead Island

A febre Dead Island

Perto do meio-dia de hoje foi anunciado pelo Facebook as capas de Dead Island nas suas versões para PC, PS3 e Xbox 360 (mesma imagem com dimensões diferentes).

Ao mesmo tempo a febre Dead Island continua causando alvoroço e começou a resultar frutos. Um dos primeiros foi um vídeo caseiro produzido na Dinamarca por fãs do jogo e encenando a existência de zumbis no porão de uma prefeitura. É muito básico mas vale pela curiosidade do momento. Abaixo o link, já que não achei como colocar o vídeo aqui!

DC divulga capas e imagens da saga Flashpoint

Flashpoint em preview


A 'revolucionária' saga da DC que está prestes à começar nos Estados Unidos tem algumas capas e imagens reveladas pela sua editora. Este acontecimento causará grandes mudanças em todo o cenário, alterando inclusive a numeração de muitas das revistas mensais. Abaixo veja quatro capas e a sinópse delas (retiradas do site UniversoHQ):

Flashpoint - Abin Sur - The Green Lantern #1 tem roteiro de Adam Schlagman, arte e capa do brasileiro Felipe Massafera. A revista mostrará o que aconteceria se Abin Sur tivesse sobrevivido à queda de sua espaçonave e será distribuída em 1º de junho.


Flashpoint: The World of Flashpoint #1 foi escrito por Rex Ogle, tem arte do brasileiro Paulo Siqueira e capa de Shane Davis. Traci 13 é uma garota que está tentando salvar o planeta. Na sua realidade não existem super-heróis.


Flashpoint: Secret Seven #1 mostrará que um dos integrantes trairá o grupo. O roteiro é de Peter Milligan e a arte de George Pérez e Scott Koblish.


Em Flashpoint: Batman - Knight of Vengeance #1, o personagem administra os Cassinos Wayne. O texto é de Brian Azzarello e a arte é de Eduardo Risso. As capas são de Dave Johnson. Esta é mesma equipe premiada que trabalhou na série 100 Balas.

domingo, 29 de maio de 2011

Army Attack é mais um jogo interessante do Facebook

Army Attack é diversão despretenciosa


Esses jogos do Facebook são uma febre difícil de resistir. À cada dia aparece um que acaba nos prendendo a atenção - esta semana o jogo da vez é Army Attack. Este é um jogo cuja temática central é guerra convencional e tem uma dinâmica um pouco diferente dos outro jogos do Facebook. Normalmente os jogos destes portal de relacionamento são apra puro desenvolvimento sem grandes desafios. Mas Army Attack difere um pouco disto. Nele você pode perder tropas e unidades blindades frente aos ataque e contra-ataques do inimigo - muito diferente de Farmville ou Cityville onde os contratempos estão nos atrasos.


Aqui você começa como sendo de um pacato país que é brutalmente invadido. Você e suas tropas têm a tarefa de recuperar o território e expulsar os inimigos numa das frentes de combate. O início dele é básico num método de tutorial simultâneo ao jogo. Nele três elementos são importantes: agregar amigos (como todos os jogos do facebook) para garantir mais energia, recursos e apoio; acessar o jogo regularmente, para não perder posições; e criar uma boa estratégia para não ter seu jogo atrasado.O visual e dinâmica do jogo lembram muito Advanced Wars, do GameBoy Advanced - com as devidas proporções, é claro.


O mapa não é muito amplo, mas um sistema de segmentação obriga cada jogador a passar por etapas, missões e atingir certos níveis para ter acesso á outras regiões do território. No mais é quase tudo igual - ganhar objetos para montar bases e unidades e subir de nível para poder ter mais unidades em jogo. As missões são dos mais variados tipos, mas sempre te obrigando a avançar sobre o inimigo.

O vídeo abaixo dá uma boa idéia do que vocês vão encontrar nele!


Eu estou curtindo muito o jogo. Se desejarem testar é só acessarem o aplicativo em sua conta do Facebook... e se desejarem é só me contatar e me convidar como aliado!!!

sábado, 28 de maio de 2011

Trailer do Resident Evil: The Mercenaries 3D

Caçando zumbis


A nova versão do jogo da franquia Resident Evil exlcusivo para Nintendo 3DS ganha trailer apresentando os perosnagens do jogo: Chris, Jill, Barry, Hunk, Claire, Rebecca, Krauser e Wesker. O jogo será lançado dia 28 de junho.

Esclarecendo termos ... ou qual a diferença entre trailer, teaser, featurette etc??

Esclarecendo termos
ou qual a diferença entre trailer, teaser, featurette etc...

Ter a noção conceitual de algo é fundamental para um bom entendimento de qualquer coisa. Na internet somos inundados à cada dia com termos que mudam, vão e voltam e quase nunca conseguimos acompanhar suas alterações. Confesso que até bem pouco tempo termos como trailer, teaser e spot me soavam como sendo quase as mesmas coisas. Então vamos dar uma esclarecida nisto tudo.

O termo mais conhecido e usual de todos é trailer, também conhecido por muitos como preview. Eles fazem a propaganda de programas – filmes, seriados e minisséries – tendo no máximo dois minutos e trinta segundos. Descobri a origem do termo e achei muito interessante. Antigamente esses previews passavam após o término dos filmes como que acoplados à eles (daí o termo), mas a falta de efetividade, já que muitos espectadores iam embora antes deles começarem, obrigou à que fossem colocados antes dos filmes. Abaixo um exemplo do cinema nacional.


Outro termo muito utilizado é teaser. Eles são bem mais curtos que os trailers ficando entre trinta e sessenta segundos. Uma coisa interessante é que os teasers necessariamente não precisam ter cenas dos programas à que se referem. Eles trazem a idéia de ser um preview do próprio trailer. Outra diferença é que eles passam exclusivamente nos cinemas, diferentes dos spots. Notem que no teaser não temos grandes informações sobre a produção, ficando muita coisa em aberto.


Os spots de TV são a mesma coisas que os teasers, mas para serem vinculados exclusivamente à programação da televisão.


Já os featurettes trazem um diferencial. Embora tragam cenas dos filmes, eles ainda são compostos por entrevistas, comentários e outros elementos sobre a produção. Normalmente são muito mais longos que os trailers.


Um sneak peek poderia ser traduzido como sendo uma “espiadinha rápida” de uma produção. Normalmente não passam dos trinta segundos de duração, mas podem ser muito maiores, e mostram pequenos trechos de um filme ou seriado, pequenas partes de gravações, cenas por ângulos diferentes ou pedaços de cenas prontas. Serve principalmente para aguçar a curiosidade dos fãs e da mídia em geral. Notem como o vídeo abaixo parece que foi simplesmente recortado da produção sem explicação alguma... isso é um claro sneak peek.


Espero que esta pequena olhada nesses termos tenha deixado claro para todos vocês este rico universo conceitual. Normalmente não temos o diferencial dos locais desses vídeos já que os assistimos na internet, fazendo que aqueles termos se percam.

Filme dos Vingadores tem mais um vilão revelado

Adivinha quem vem aí?!?!

Quando as coisas pareciam completas com Loki e os Skruls nos postos de vilões da produção, eis que surge um nome que amedronta qualquer marvelmaníaco - Thanos. Isso mesmo, o maior de todos os vilões estará no filme. Qual o papel que ele terá no enredo não foi revelado, mas eu aposto que ele servirá de preparação para o segundo filme... Vamos aguardar.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

3d&T na Confraria - Vampira - X-Men Evolution

X-Men Evolution em 3d&T

Vampira


F 0 H 2 A 1 R 1 PdF 1 PdV 5
Vantagens: Mentor (Charles Xavier), Absorção (de memória, de energia, de poder).
Desvantagem: Insano (Depressivo), Má fama (mutante).
Perícias: Esporte (acrobacia, corrida, jogos)

Pontos: 11

Novas Vantagens
Absorção (+3 pontos)
Esta vantagem dá ao personagem a capacidade de absorver algum de forma permanente ou momentânea. Ela é básica e deve ser complementada com os elementos desejados, acumulando os custos. O personagem só precisa comprar esta vantagem uma vez, não importando quantos elementos ele adquirir. Esta absorção é temporária, durando 3d6 turnos, quando em combate, ou quinze minutos, quando em jogo (ou à critério do mestre previamente combinado com o seu grupo). Para que esta absorção seja realizada há a necessidade de toque sendo seu efeito involuntário e incontrolável. Não há nenhuma forma de resistência à esta vantagem, ao mesmo tempo que ela deve ser entendida como incontrolável e involuntária. Para realizar a ação de toque, em combate, o personagem só pode realizar o toque quando estiver atacando, quando sua FA terá um redutor de -1. Um acerto não causará nenhum outro dano ao alvo, acionando apenas a habilidade. A ação deve ser declara ao mestre antes da rolagem dos dados.

De Memória (+1 pontos): memórias do alvo serão absorvidas pelo personagem instantaneamente. O alvo não perde suas memórias, apenas as transmite para o personagem. Ao final do tempo determinado anteriormente elas não serão esquecidas pelo detentor do poder.

De Energia (+2 pontos): as energias vitais do alvo são absorvidas quase por completo e são transferidas para o personagem que detém o poder. Esta transferência não pode acarretar que o detentor do poder acumule mais Pontos de Vida que seu total possível, determinado pelos seus pontos de Resistência. Este efeito é permanente no sentido de que ao final do tempo determinado anteriormente o alvo não recupera seus Pontos de Vida automaticamente, sendo necessário que ele ‘descase’ para recuperá-los.

De Magia (+2 pontos): o personagem absorver os Pontos de Magia do alvo. Esta transferência não pode acarretar que o detentor do poder acumule mais Pontos de Magia que seu total possível, determinado pelos seus pontos de Resistência. Este efeito é permanente no sentido de que ao final do tempo determinado anteriormente o alvo não recupera seus Pontos de Magia automaticamente, sendo necessário que ele ‘descase’ para recuperá-los.

De Poder (+3 pontos): habilidades específicas que dêem ao alvo qualquer efeito único (podendo ser entendido como “poder” e devendo ser discutido com o mestre) serão absorvidas pelo personagem detentor do poder. Ao final do período determinado o personagem perde todos os ‘poderes’ absorvidos, tendo o alvo recuperação deles.


Notícias de Cinema - Hobbit, Sonja e animações infantis

Cinema e mais cinema

Vamos começar as Notícias de Cinema por um dos mais esperados filmes do cinema, pelo menos se você é nerd ou rpgísta. The Hobbit confirmou mais um ator em seu extenso elenco. E confessemos que não é nenhuma surpresa. O ator Orlando Bloom foi confirmado para viver novamente o personagem Legolas, um dos ícones de "Senhor dos Anéis". O anúncio foi feito por Peter Jackosn, diretor do filme.

Ele se juntará à muitos outros atores oriundos também da trilogia filmada por Jackson: Andy Serkis que viveu o personagem Gollum/Smeagol; Ian McKellen será noamente Gandalf; Cate Blanchett; Ian Holm como Bilbo Bolseiro; e Hugo Weaving como Elrond.

Red Sonja é um daqueles filmes que queremos ver mas temos quase certeza de que ele não sairá do papel. Depois de tantas idas e vindas já quase não dou atenção às suas notícias, mas como vivo de esepranças, acabo por lê-las. A última informação é de que o papel principal tem uma nova dona - Amber Heard ("Fúria Sobre Rodas"). Ela tomou o lugar de Rose McGowan ("Planeta Terror"). Segundo alguns produtores do filme, o projeto começa a se movimentar também com um novo nome na direção, Simon West ("Con Air"), e ja teria até mesmo uma data aproximada estreando entre as produções Conan e Conan 2.


Mudando agora de segmento todos sabemos que as animações têm sido um dos campos mais rentáveis do cinema nos últimos tempos. Por isso qualquer notícia sobre continuações em títulos deste universo acabam tomando vulto. Isso aconteceu com dois títulos que nem são dos mais famosos, mas que acabam por ganhar um espacinho aqui - Happy Feet 2 e Zé Colméia 2. O primeiro eu, particularmente, achei hilário. Ele acabaou recebendo o Oscar de melhor animação em 2006 e ganha uma continuação em 18 de novembro, e no Brasil dia 25 de novembro.


Já Zé Colméia é muito mais recente - sua primeira versão chegou ao cinema ainda este ano, e teve sua continuação 'mais ou menos 'anunciada esta semana. Segundo o site americano Collinder a Warner se agradou do filme ter faturado quase três vezes mais do que teve de investimento. Em uma informação extra-oficial um roteiro já estaria em andamento.

Mais dois spots de Transformers 3, o Lado Escuro da Lua

Mais cenas!

O terceiro filme da produção dos robozões alienígenas está chegando mais cedo, pelo menos nos Estados Unidos. A data original de estréia que seria 1º de julho foi antecipada para 29 de junho. Apenas alguns dias, mas apar quem gosta de comparecer às pré-estréias faz muita diferença. No Brasil não houive qualquer comentários sobre mudanças de data. Aproveitando a oportunidade aqui estão amis dois spots do filme:



Tirinha: Zhari Meia Noite

Ep 4 - Ataque Furtivo!

Não existiriam bons ladrões sem ele...


Clique na imagem para ampliar!

Zumbis em Porto Alegre 23

Zumbis em Porto Alegre


Anotação 23
Voltando à nossa narrativa daquela situação complicada, a primeira verdadeiramente complicada. Eu e o Paulo estávamos ilhados no segundo andar do prédio dos bombeiros. Do outro lado da avenida Bento Gonçalves, em cima do Carrefour, estavam o Renan e o Raul, sem saber como nos ajudar. Um pouco mais longe estavam os outros, tentando descobrir o que estava acontecendo.

Tão logo conseguimos bloquear a porta e os monstros já estavam em cima dela tentando entrar. Não sei de onde saíram tantos. Subimos as escadas que iniciavam naquela porta e chegamos aos dormitórios, um peça ampla e desarrumada. Havia sangue seco pelo chão e dois cadáveres em um canto. Eles deviam ter morrido antes de serem infectados. No mais não havia nada que nos interessasse por ali. Pelo que parece ninguém chegou a se refugiar por aqui.

Demos mais uma vasculhada no andar para vermos se havia alguma outra passagem, mas graças à Deus estávamos seguros ali. O Paulo correu para as janelas da frente para tentar ver o pessoal lá no Carrefour, mas mal conseguíamos distinguir os vultos ao longe. De repente ouvimos um forte chiado. Era o rádio que o Renan havia nos dado. O Paulo sabia mais ou menos como usar e rapidamente fizemos o primeiro contato.

Contamos para eles o que havia acontecido e combinamos de nos falarmos depois enquanto pensávamos no que fazer. Iríamos esperar um pouco também para não gastarmos a bateria dos aparelhos, algo muito raro naqueles tempos.

Vasculhamos nossas possíveis saídas e qualquer alternativa que tivéssemos. Não eram nada animadoras. A única passagem para baixo era a mesma entrada que usamos para chegar aqui. Além disso, tínhamos como pular para um telhado vizinho. Para piorar tínhamos de encontrar os encaixes para as mangueiras. Era óbvio que não valia à pena passar por todo aquele perigo e ainda voltar de mãos vazias.

Procuramos pelas peças por todo o lado, mas aquele andar era destinado para convívio e descanso e poucos materiais foram encontrados por ali. De valor encontramos alguns enlatados pela cozinha, pilhas, baterias e medicamentos. Tudo foi para as mochilas, é óbvio.

Quando já estávamos quase perdendo a esperança o Paulo achou as malditas peças. Pelo buraco em que passava o tubo que os bombeiros usavam para descer mais rapidamente vimos várias daquelas peças caídas no chão entre um dos caminhões e a parede. Lógico que junto delas havias um nem sei quantos monstros. Era quase impossível de serem pegas, mas pelo menos às encontramos.

Conversando com o Raul criamos um plano que tinha de dar certo, pois além de servir para pegarmos as peças, teria de servir também para nossa fuga. O Raul fez o mesmo percurso que fizemos por todo o pátio do Carrefour, depois de descer do teto, até chegar à grade que separava o terreno da calçada. Nosso plano era simples. Ele manteria o portão da grade fechado enquanto atiraria no máximo que conseguisse chamando a atenção dos monstros. Nós teríamos de descer, enquanto isso, pegar o maior número de peças e escapar pelas costas dos monstros. Até seria fácil. Depois teríamos que correr para contornar as grade até a rua lateral e entrar pela entrada de automóveis.

Naquele momento foi desanimador. Mas sabíamos que não haviam outras alternativas. E quanto mais tempo esperássemos corríamos o risco de ter cada vez mais zumbis entre nós e os outros. Tinham de ser daquela forma e naquele momento.

Enquanto esperávamos o Raul chegar ao ponto combinado planejamos tudo. Ao som dos primeiros disparos iríamos descer pelo tubo e colocar nas mochilas o máximo de encaixes. De longe pareciam pesados, mas não poderíamos arriscar a levar poucos. Quem sabe quando teríamos uma nova. Prometemos um ao outro de que, se algo desse errado e um de nós ficasse para trás que não voltaríamos bancando o herói. Seria muito melhor perdermos apenas um nós do que dois.

Os minutos até o Raul chegar ao ponto foram longos e dolorosos. Mesmo naquela situação, depois de sobreviver tanto tempo, com relativa segurança e com alguns entes queridos, isolados como estávamos, passava à todo o momento pela nossa cabeça o temor de não conseguir voltar, de fracassar e virar uma daquelas coisas.

O som chiado do rádio com o Raul avisando que estava em posição foi um alívio. Nos colocamos próximos do tubo apenas observando a movimentação dos zumbis abaixo de nós. O Raul deu o primeiro disparo com uma pistola, para cima provavelmente, e as coisas ali embaixo enlouqueceram. Todas começaram a ir para a rua e em poucos segundos não tinham mais nada. Quase que em seguida começamos a escutar disparo atrás de disparo.

Nos jogamos lá para baixo. Conforme íamos descendo e espiando para a rua, nos apavoramos. A situação era muito pior do que imaginávamos. Eram muitos. Uns duzentos, quem sabe mais. Caímos já perto das peças e pegamos o que dava. Pelo peso não consegui pegar mais do que três e o Paulo umas quatro. Teriam de chegar. Mas como quase nunca os planos dão certo, ainda mais num mundo como este, de pernas para o ar, acabamos por ter problemas.

Quando começamos a sair de trás do caminhão para contorná-lo e nos direcionar para a frente da garagem, demos de cara com alguns zumbis retardatários. Eram dez. Não sei porque eles estavam ainda ali, mas logo que nos viram partiram para cima de nós. Tomamos um susto, pois em nossa cabeça o plano era perfeito, como sempre tínhamos feito até agora.

Estávamos com nossas, mas qualquer disparo e iríamos atrair todos de volta. Para sair dali teríamos de usar a boa e velha força bruta. Mas como não havíamos pensado que iríamos ter problemas estávamos desprevenidos. Então tivemos que improvisar. EU corri para cima do caminhão dos bombeiros pela parte traseira enquanto o Paulo recuou até a parede e agarrou um machado. Lá em cima eu peguei um extintor e usei como uma arma improvisada me aproveitando da minha posição e da lentidão deles. O Paulo também fazia bom uso do machado e já haviam três no chão aos seus pés. Parecia fácil, mas um descuido e tudo pode acabar mal. Eu estava tão seguro de mim que não percebi quando dois deles estavam se esgueirando por trás e me pegaram de surpresa. Sorte que o zumbi que me agarrou tinha apenas um braço ou teria acabado muito mal. Eu caí de cima do caminhão com todo o peso da mochila sobre mim. Já na queda perdi meu extintor. Um dos monstros se jogou sobre mim, mas consegui segurar seu pescoço deixando seus dentes longe de mim.

O Paulo tentava em vão passar por outros três, mas eles estavam muito próximos e ele não conseguia manobrar o machado de forma a acertá-los. Naquele desespero vi que mais alguns tiveram sua atenção chamada e começaram a voltar contra nós. Tínhamos alguns segundos apenas e eu não sabia o que fazer.

Por sorte o Paulo conseguiu se desvencilhar dos monstros, embora não os tenha matado, e correu para me ajudar. Num só movimento ele arrancou a cabeça do desgraçado que estava sobre mim. Instintivamente eu me arrastei por debaixo do caminhão com ele logo atrás. Se não fosse por isso teríamos ficado encurralados.

Ao passarmos para o outro lado do caminhão, subimos por sua lateral e o usamos como ponte por entre os zumbis. Saltamos no chão e começamos a correr como loucos. Os disparos do Raul continuavam e vimos que havia uma enorme massa de monstros pressionando desesperadamente as grades para a entrada no pátio do Carrefour. Mas não tínhamos tempo para ficar apreciando a paisagem. Continuamos correndo pela rua seguindo em direção leste. Pelo nosso plano tínhamos apenas que chegar até a próxima esquina e dobrar. Mas mais um imprevisto aconteceu.

Saídos não sei de onde, apareceu do nada um grupo de pessoas. Eram dois homens, uma mulher e uma criança. Eles vinham correndo trazendo sacos e mochilas. Provavelmente haviam sido atraídos pelos disparos e resolveram tentar a sorte. Mas eles não tinham idéia do que estavam fazendo e começaram a disparar achando que estariam nos ajudando. A ajuda acabou por atrair mais monstros, além daqueles que já os estavam perseguindo. Rapidamente foram sendo cercados.

O susto nos deixou estáticos por um instante. Eles gritavam pedindo socorro, mas não tínhamos nem munição suficiente para chegar até eles. Aquilo virou um massacre rapidamente, e não pudemos fazer nada.

Aquela distração acabou por nos deixar também cercados. Eles vinham rapidamente pela frente e por um dos lados. E atrás de nós estavam os zumbis que o Raul havia chamado a atenção. Não teríamos como chegar até a esquina. Nossa única opção era a cerca de barras de metal que delimitava o terreno do hipermercado da rua. Mas do outro lado da cerca, para completar nossos azar, havia um declive de cerca de uns dez metros de altura entre o nível da calçada e o nível do estacionamento. O Raul, quando percebeu o que faríamos, correu para nos dar cobertura.

Jogamos as mochilas por cima da cerca e começamos a pular. Eu, com alguma dificuldade, cheguei do outro lado. O Paulo não teve tanta sorte e caiu do outro lado com o pé torcido. Fomos, ainda assim, escorregando pelo barranco até chegar lá embaixo. Dei apoio para o Paulo enquanto tentávamos chegar novamente ao interior do Carrefour. O Raul se juntou à nos e, apoiando o Paulo pelo outro lado, começamos à avançar com mais rapidez.

O portão que o Raul deixou calçado para que os zumbis não nos alcançasse não resistiu por muito tempo fechado e as coisas começaram a descer rapidamente. Quando alcançamos a entrada e começamos a subir a escada de emergência o estacionamento já estava tomado. Não poderíamos voltar mais por ali, mas pelo menos havíamos pego os encaixes. Agora estávamos verdadeiramente ilhados no Carrefour e, ainda por cima, com o Paulo machucado.

Mas ainda assim tínhamos conseguido os encaixes. E só nos restava esperar para ver o que ele estava aprontado.

Vídeo extendido de Secret Circle

Entre bruxas

A nova série do canal CW liberou um vídeo extendido para "Secret Circle".


quinta-feira, 26 de maio de 2011

Colaboração d'O Bardo - União da equipe

Se você já mestrou uma única partida de RPG já se deparou com o seguinte problema: como unir um bando de gente estranha em um grupo?

Imagem: Dan Ramos (@danramos)

Um grupo de aventureiros unidos é capaz das façanhas mais impressionantes, desde enfrentar grupos de kobolds a poderosos dragões, desde salvar a vila dos bandidos até derrubar o tirano que oprime o reino. Mas há uma coisa que pode derrubar grupos com os heróis mais poderosos, a falta de união.

Quando se começa uma aventura, independente do sistema, a primeira coisa que se faz é se juntar os jogadores. Isto não é obrigatório, mas é a abordagem mais usada. Mas para a efetividade do grupo, é bom unir os heróis para, depois, prosseguir com a aventura. Para conseguir isso podem ser adotadas algumas abordagens diferenciadas.

Velhos amigos

Por mais incrível que pareça, a integridade dos mestres iniciantes, ou seja, cem por cento deles, começam a aventura dizendo algo como “vocês já se conhecem há algum tempo, então já são amigos”. Isso acontece mesmo que os personagens nunca tenham sido usados e nada tenham a ver uns com os outros. Embora não seja a mais adequada, essa solução até pode colar, entretanto, alguns toques podem torná-la bem mais aceitável.
Aqui, é imprescindível que os personagens tenham um background. Conhecendo o de todos os personagens, é possível cruzar os caminhos deles em um momento anterior à aventura. Se todos falarem um pouco sobre o passado de seus heróis, naturalmente surgirá um modo de juntá-los.

Quem?

Outra possibilidade é usar a abordagem inversa da anterior, em vez dos personagens já se conhecerem desde outros tempos, é eles nunca terem se visto antes. Este método traz algumas dificuldades a mais, centradas pela pergunta: “como vou juntar um bando de desconhecidos e formar colegas de batalha?”. A resposta pode ser posta em duas palavras, motivo e circunstância. A circunstância é a situação que fez com que os heróis se juntassem, o que aconteceu que fez eles se conhecerem. O motivo é o porque de o grupo continuar junto, a razão pela qual os colegas de equipe não se tornaram apenas pessoas que se encontraram uma vez. Isso tudo pode ser facilmente arranjado pelo mestre com um pouco de planejamento. Um exemplo clássico é prender os aventureiros por um motivo qualquer e oferecer a soltura caso eles aceitem realizar uma missão

Motivos diferentes, objetivo comum

Um grupo ainda pode estar junto por motivos diferentes. Esta forma funciona para aventuras curtas ou como solução provisória. Por exemplo, um Guerreiro, que busca vingança por sua vila destruída, se alia ao Mercenário, que caça o mesmo vilão para conseguir uma recompensa, e ambos se juntam com o Ranger, que viajava na mesma direção.

Enfim, existem diversas maneiras de juntar um grupo, basta que você escolha uma delas e planeje para executá-la. Nunca esqueça que uma aventura sem pontas soltas pode fazer toda a diferença entre começar um grupo longevo e terminar com um.

Não esqueçam de acessar As Crônicas do Bardo Acorde!

Bena

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Trailer legendado do remake de Conan

Trailer legendado do verdadeiro bárbaro

O remake de Conan teve uma versão de seu trailer com legendas lançado na rede. O lançamento será em 19 de agosto nos estados Unidos e em 16 de setembro aqui no Brasil. No elenco  Jason Momoa como Conan; Rachel Nichols como Tamara; Stephen Lang como o vilão Khalar Singh; Bob Sapp como Ukafa; Ron Perlman como o pai de Conan; Said Taghmaoui como um ladrão aliado de Conan; e Rose McGowan como uma feiticeira.

Quatro lançamentos de mangás pela Panini

Novos Mangás

O universo de publicações de mangás estará engrossado com quatro lançamentos da Panini para o segmento. As publicações terão 200 páginas e custarão R$ 9,90 cada. Confira abaixo:

Maid-sama!: mangá direcionado mais para as meninas (shoujo) foi criado por Hiro Fujiwara e conta as peripécias de Misaki que divide sua vida entre o colégio Seika, onde protege as meninas dos garotos mal educados, e de sua vida secreta trabalhando num café.

Darker Than Black: adaptação do anime de mesmo nome que em dois volumes mostrará o encontro de Hei, com poderes extraordinários, com Kana, que nunca se conformou com a morte do pai. Criação de Tensai Okamura.


07-Ghost: criação da dupla Yuki Amemiya e Yukino Ichihara mostram a vida de Teito Klein, manipuladar de forças chamadas de zaiphon que mesmo sendo prisioneiro de guerra estuda na academia militar de Barsburg. Certo dia ele reconhece o assassino de seu pai.

Basilisk: um poderoso shogun resolve promover uma disputa entre duas famílias de ninjas onde o prêmio será o posto sucessório.

Novo teaser de Cowboys and Aliens

Peguem suas pistolas

Estes meses de junho e julho prometem grandes emoções nos inúmeros lançamentos no cinema. Hoje foi disponibilizado um novo teaser de "Cowboys and Aliens". O filme mostra o estranho encontro de uma comunidade no velho oeste americano com alienígenas. A produção foi baseada em uma grafic Novel de sucesso com o mesmo nome. O grande destaque do elenco é Harrison "Indiana Jones" Ford. O cast é completado com  Daniel Craig, Fred Van Lente e Andrew Foley. No elenco estão também Keith Carradine, Adam Beach, Clancy Brown, Olivia Wilde e Sam Rockwell. A estréia por aqui é apenas em 9 de outubro, em bora nos Estados unidos seja agora em 29 de julho.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Tirinha: Zhari Meia Noite

Ep 3 - A Isca!


Um gesto vale mais que mil palavras...











Clique na imagem para ampliar!

World of The Dead: The Zombie Diares 2 chega em junho

Zumbis ingleses

Mais um filme sobre zumbis que está apra ser lançado. "World of the Dead: Zombies Diares 2" é uma produção inglesa que será lançada diretamente em dvd, pulado os cinemas. O filme mostra um grupo de militares que tentam sobreviver no interior da Inglaterra. A produção é simples e sem grandes efeitos, se valendo muito mais dos sustos e dos jogos de luzes, do que de efeitos de computador. A direção é dea dupla Michael Bartlett e Kevin Gates. A data de lançamento é dia 27 de junho. Confira o trailer:

Diário de um Escudeiro 40

Décimo dia de Lunaluz de 1392.

O que aconteceu durante este dia não importa. Trabalhamos apenas na preparação do funeral. Eu não tinha idéia de como ele seria. Falávamos pouco. Comemos pouco. Ao cair da noite todos foram se reunindo na praça central de Vallahim.

Fomos saindo em marcha da cidade quando a noite finalmente se ergueu.

Tochas as centenas se estendiam por todo um percurso que se delimitava apenas pela escuridão da noite. Cavaleiros eram enterrados à noite pois acreditavam que assim seria mais facilmente encontrados pelos deuses que seguissem as tochas. Uma das tantas crenças daquele povo. O silêncio foi enorme. Na frente Platek colocou-nos seguidos de nossos mestres. Atrás de nós as seis carroças ornadas com ramos de oliveiras e flores colhidas especialmente para aquela ocasião. O filho de cada um trouxe, pelos arreios, os cavalos que puxavam seus pais. Logo atrás todos os outros cadetes dos Cavaleiros da Luz galoparam suave e lentamente trazendo os estandartes de nossa ordem. Foram seguidos por todos os cavaleiros que estavam na cidade para o torneio. Haviam cavaleiros de Keenn, de Tana-Toh, de Thyatis e de Marah, uns à cavalo outros à pé. Todos com tochas nas mãos. Ao redor das carroças sacerdotes de Lena, deusa da vida, com suas vestes brancas, caminhavam realizando suas orações quase inaudíveis.

Logo atrás veio um grupo de quase uma centena de homens. Enormes, barbudos e carrancudos como quase todos os homens daquele povo rude, mas valoroso. O silêncio deles era ainda mais intenso. Sem levar tochas apenas caminhavam de queixo erguido e olhares fortes. Atrás de todos estes vinha o povo. Todo o povo. Todos com tochas que davam àquela marcha a impressão de uma imensurável cobra de fogo andando pela noite.

O caminho ia direto dos portões da cidade e ingressavam pela mata de árvores frondosas e gigantescas, características de Tollon. Após algum tempo, como vindo da floresta, uma triste melodia surgiu na noite. A entoada começara baixa e foi crescendo em volume. Eram os cem homens que andavam atrás das carroças que faziam o papel de coral. A música devia ter sido composta pelo maior dos bardos, pois trazia à todos as sensações das mais diversas, mas todas elas fortes, intensas, tristes, valorosas. Não era cantada em palavras, mas solfejada com extrema harmonia. Todo o povo, atrás, antes em silêncio, acompanhava a música numa ladainha sussurrada e fúnebre. Por toda a enorme extensão em que o povo e suas tochas criavam na forma de gigantesca fila, vários homens, mulheres e crianças, velhos e novos, tocavam um instrumento de sopro incrivelmente melancólico e triste. Algo que eles chamavam de gaita. De alguma forma tudo aquilo se unia num amálgama perfeito que parecia ter sido enviado pelos deuses.

As lágrimas vinham aos olhos de forma incontrolável. E não só em mim, pois vi muitos outros, mesmos os de aspecto mais forte, terem de enxugar as vistas embaçadas.

Depois de um determinado percurso chegamos à uma gigantesca clareira. As copas da gigantescas árvores abriam-se em perfeito círculo que nos brindava com um perfeito firmamento extremamente escuro e com uma enorme lua em escudo. Era a presença da deusa Tenebra que brindou-nos homenageando aqueles mortos. Ao centro da clareira seis piras feitas de madeira aguardavam os homenageados.

Quando as carroças pararam ao lado das piras, nós seis retiramos os corpos de cima e os colocamos um sobre cada pira, com a ajuda de seus filhos e de outros. Enquanto íamos arrumando os cadáveres, o coral se postou próximo da pira central e todos os músicos se colocaram em círculo, rodeando-nos. O povo e suas tochas foram se postando por toda a extensão da clareira ocupando cada espaço, inclusive adentrando pela floresta.

Numa espécie de púlpito improvisado sobre uma rocha Platek e o sacerdote de Khalmyr esperavam em tom respeitos para que tudo fosse arrumado. Quando demos por encerrada a arrumação todo o som cessou de uma só vez.

“- Meus amigos!!” – gritou Platek pedindo a atenção de todos.

Uma figura surgiu atrás dele. Um homem enorme de mãos dadas com um mulher igualmente alta, mas de beleza exuberante. Era Solast Arantur, regente de Tollon e sua esposa. Vestidos de forma comum, sem aqueles adornos que estamos acostumados nos salões nobre do centro do Reinado, eles traziam uma simplicidade bucólica que os deixava ainda mais parecidos com todo aquele povo.

“- A morte não é motivo para tristeza!” - começou a dizer o regente – “Isso é o que eles nos diriam se aqui estivessem. É motivo de glória, de felicidade, de festa. Se chegamos ao fim de nossa existência aqui é porque os deuses consideraram que fizemos tudo o que nos propomos antes de pisarmos estas terras. E como merecido reconhecimento, somos convidados a voltar para sua presença, entre seus filhos, no plano superior em que vivem. E estes seis homens morreram da melhor forma possível. Morreram lutando, morreram por seus familiares, morreram protegendo suas terras. Eles serão recebidos pelos deuses e beberão e comerão, esta noite, na mesa dos imortais.”

Ao terminar de falar o regente se afastou um pouco e tochas aproximaram-se das piras, três de cada lado. Conforme foram se aproximando, todas as milhares de tochas que estavam ao redor, nas mãos do povo, foram sendo apagadas até que apenas as tochas ao redor das piras iluminavam a noite. Três sacerdotes de Lena aproximaram-se das piras. Uma centuaro, a líder dos sacerdotes, disse em voz alta – “que esta vida seja lembrada por gerações e que seu sacrifício seja honrado por seus filhos”. De um outro ponto da clareira outros três sacerdotes, estes de Thyatis, respondem– “que suas vidas sejam eternas como as memórias que deixarão no coração dos seus!”. Depois disso os seis sacerdotes ascendem aspiras.

As três piras arderam iluminando a noite. Eu senti uma sensação estranha. Uma mescla de alegria, dever cumprido e respeito. Todos pareciam assim. Ninguém se moveu até as chamas começarem a se extinguir. Só então os primeiros começaram seu caminho de volta à cidade de Vallahim.

O silêncio imperou por aquela noite. Não um silêncio de tristeza, mas um silêncio de respeito profundo.

Notícias rapidas do cinema - Rec 3, Oblivion e G.I. Joe 2

Notícias

Rec 3: o terceiro filme da série teve suas gravações encerradas esta semana. Com a história se passando antes dos dois primeiros filmes ele mostrará as origens de tudo. No elenco estão Letícia Dolera e Diego Martin. A estréia será apenas em 2012.

Oblivion: foi confirmada a participação de Tom Cruise. O filme é uma adaptação dos quadrinhos de Arvid Nelson e contará com roteiro de William Monahan e Karl Gajdusek e direção de Joseph Kosinski. A produção mostra uma civilização humana morando nas nuves em um mundo pós-apocaliptico. Não há datas para seu lançamento.

G.I. Joe 2: um segundo filme da série foi confirmado e já tem até data para estréia - 10 de agosto de 2012. O primeiro filme foi muito esperado mas decepcionou em seu resultado final. O nome ocifial é, por enquanto, "G.I.Joe 2: Cobra Strike".

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Drizzt em quadrinhos

RPG em quadrinhos

Um dos personagens mais famosos dos cenários de D&D ganhará uma série em quadrinhos para contar suas origens. Isto aocntecerá em agosto pela editora IDW Publishing. A revista se chamará "Dungeon & Dragons: The Legend of Drizzt". O roteiro será de R.A. & Geno Salvatore e a arte será de Agustin Padilla. Para o brasil ainda não nenhuma informação.

Viuva Negra terá seu filme

Viuva Negra na telona


Começaram fortes especulações de que um filme sobre a heroína da Marvel sairá do papel. Para falar a verdade são muito mais do que simples especulações quando o co-chefe da Marvel Films Kevin Feige confidencia isso em uma entrevista: “Já começamos a conversar com a Scarlett sobre a idéia de um filme solo e começamos a bolar conceitos, mas ‘Os Vingadores’ vem primeiro.” Isso não deixa ninguém surpreso depois das aparições da personagem no filme do Homem de Ferro e Vingadores. Para quem não sabe ela é um agente russa que acaba por se transformar em uma heroína.

Dead Island mostra primeiro vídeo de jogabilidade

Andando pela ilha

Depois de muito suspense foi divulgado o primeiro vídeo que realmente mostra a jogabilidade de Dead Island, a grande sensação do ano. O vídeo é longo e cheio de comentários que infelizmente são em inglês, mas que com alguma calma podem ser bem entendido. O visual é muito bom, embora saibamos que no jogo ainda será melhor. O que mais me chamou a atenção é a completa interatividade que teremos com tudo na ilha. Tudo pode virar uma arma alavanacando o desenvolvimento de nosso personagem para um lado ou para outro.

Aproveitem o visual e reservem já o seu.

Novíssimo e eletrizante teaser para televisão de X-Men First Class

Eletrizante!!

Eu achei a chamada deste vídeo em vários sites, mas nenhum deles conseguiu vincular o vídeo diretamente aos seus sitese blogs... nem eu!!! Então clique na imagem abaixo e assista no Youtube... Vale à pena!!!!

domingo, 22 de maio de 2011

Tudo o que há de novo para os seriados em 2011-2012

Dando uma olhada nos seriados

Séries já fazem parte do nosso dia-a-dia há décadas. Nem me lembro de qual a primeira que assisti ou acompanhei com mais atenção. Em tempo ido havia Rintintin, Daniel Boune, Zorro, Tunel do Tempo, Viajem ao Fundo do Mar, Star Trek, Super Máquina, V, Esquadrão Classe A, M.A.S.H., Gata e o Rato, entre tantas outras. Mas ineganvelmente, nos dias de hoje, temos uma verdadeira enxurrada de séries e seriados estreando e saindo das grades à todo mês.

Não me lembro muito bem como era naquela época, final dos anos setenta e início dos oitenta, mas parecia que elas duravam muito mais tempo, além de serem em menor número. Os anos noventa e o advento dos canais fechados no Brasil, e a proliferação de canais e sub-canais nos Estados Unidos e Europa criaram um necessidade de maior variação na programação. O resultado foi um crescimento enorme dos títulos e opções para os telespectadores. Mas, ao mesmo tempo, isso criou uma corrida desenfreada ao tão falado índice de audiência.

O resultado foi que séries e seriados nascem e morrem sem quase chegarem à tela da televisão. Ou pior... quando começamos a apreciá-los eles simplesmente somem. O que antigamente era um índice aceitável, pela baixa concorrência e pela forma como eles chegavam ao público, se tornou rapidamente superado. Audiência é um parâmetro calculado diariamente e comparado à cada instante, embasado com pesquisas de mercado e controlado por ambientes de relacionamento online.

Em última análise, os seriados viraram apenas fonte de negócios para os canais. Deixaram de lado os gostos da parcela do público que se interessou por eles, deixaram de lado a mensagem que poderiam passar, deixaram de lado boas atuações, deixaram de lado um tempo para que um seriado e seu elenco conseguissem apresentar seu recado e conquistar o público.

Vocês se enganam quando questionam que hoje em dia existem muito mais seriados que passam temporadas após temporadas. Em quantidade talvez, mas proporcionalmente, se comparados à décadas anteriores, é uma fatia muito menor. Nesta fatia de descartes já perdemos bons seriados (para meu gosto particular pelo menos) como Jericho, Invasores, Flashfoward. Isso para não falar da lista que trarei a seguir.

É uma tensão para o telespectador não saber se ele conhecerá o final do seriado que acompanha.

Esta semana tivemos as clássicas apresentações dos grandes canais americanos para suas grades de programação para o pós-férias (que lá começa depois de junho). Junto com essas apresentações tivemos, também, as listas de cancelamentos. Por isso resolvi realizar este desabafo.

Vamos por partes e começando pela NBC. Como destaque de renovação neste canal temos a 5ª temporada de Chuck. De novidades eles nos trarão

Prime Suspect: remake de uma série inglesa de investigação. Ela tenta encontrar seu lugar dentro de um departamento policial em New York tendo que passar por muitas barreiras preconceituosas. No elenco Maria Bello (“Marcas da Violência”) como Jane Timoney, Aidan Quinn (“Desconhecido”), Brian O’Byrne (seriado “Flashfoward”), Tim Griffin (“Star Trek”) e Kirk Acevedo (do seriado “Fringe”).


Smash é apenas uma curiosidade. Não por ser uma série musical para concorrer com Glee, mas que atrai as atenções para ela é a co-produção de Spielberg;


Awake quem sabe a mais interessante deste canal, mostrará o policial Jason Isaacs (“Harry Potter” como Lucius Malfoy) que após acidente acorda e descobre que vive simultaneamente em duas realidades.


O seriado Grimms também é interessante série policial que acontece num mundo onde os seres de contos de fadas existem. Tudo começa quando Nick Bukhardt descobre de sua tia que eles são descendentes de um grupo de ‘caçadores’ de criaturas sobrenaturais (alguém se lembrou de Supernatural?? Hehehe) conhecidos como os Grimms. Seus alvos são as criaturas dos supostos contos de ‘fadas’. No elenco David Guintoli (“Turn the Beat Around”) como Nick Bukhardt, Kate Burton (seriado “Grey’s Anathomy”) como tia Marie, Russell Hornsby (“Lincoln Heights”) como Hank, Bitsie Tulloch (“Quarterlife”) como Juliette, Silas Weir Mitchell (seriado “Prison Break”) como Monroe, Reggie Lee (seriado “Persons Unknown”) como Sargento Wu e Sasha Roiz (seriado “Caprica”) como Renard



Outras series novas deste canal são: The Playboy Club, Whitnwy, Up All Night, Free Agents, The Firm, Best Friends Forever e Bent.

Os cancelamentos neste canal foram muitos, quase uma dúzia, mas os destaques que me surpreenderam foram os encerramentos de The Cape, The Event e Law & Order: Los Angeles.

Com a CBS também boas surpresas e más notícias. As confirmações trazem figuras já carimbadas e que caíram no gosto do público. Temos desde as cla´ssicas CSI (e suas variações)e The Mentalist; até as mais recentes Hawaii Five-0 e The Bing Bang Theory.

As novidades são interessantes, a começar por Persons of Interest. Trazendo a assinatura de dois nome dos momento – J.J. Abrams na coordenação e Jonathan Nolan (“Batman, o cavaleiro das trevas”) na direção. Além disso tem como protagonista o ótimo Michael Emerson (o Bem Linus em “Lost”). Ele será um milionários que se alia à um policial dado como morto, encarnado por Jim Caviezel, para prevenir crimes em New York.


Das canceladas do canal destaque apenas para The Defenders.

Agora vamos para a ABC. Das confirmações o mesmo de sempre, sem grandes novidades: Castle, Grey’s Anatomy, The Middle etc. Nas novidades temos duas curiosidades que quero conferir de perto. A primeira é o remake de As Panteras. E o segundo é a interessante Once Upon a Time. Nos cancelamentos uma dos maiores crimes, ao meu ver, foi o encerramento de V, além de The Gates e Off the Map.

As Panteras tem as mesmas características das antigas versões de televisão, mais investigação e menos fantasia marcial. No elenco teos Annie Ilonzeh (“General Hospital”), Rachael Taylor (“Transformers”) e Minka Kelly (“Friday Night Lights”)


Já Once Upon a Time tem um enfoeque bem interessante, como já disse. Ele se baseia nos contos de fadas. Neste seriado Anna, interpretada por Jennifer Morrison (“House”) vai para a cidade Storybrook, onde os contos de fadas podem, e são, reais.


Também temos, no ABC Family, “The Nine Lifes of Chloe King” que mostra a mudança da vida de uma adolescente que descobre ser descentende de uma raça com poderes especiais, mas caçada por um grupo perigoso. Esta teve confirmação, mas está estreando em seguida.


Além delas temos ainda as estréias de: Pan Am, Revenge, Man Up, Suburgatory, Last Man Standing, Good Christian Belles, Missing, The River, Scandal, Apartment 23 e Work it.

Temos ainda a Fox. As renovadas são as figurinhas carimbadas House, Bones e Fringe. Das novidades do canal o que estou muito curioso para conferir são Alcatraz e Terra Nova.

Alcatraz terá a assinatura de J.J.Abrams na produção e mostrará a investigação de misteriosos desaparecimentos na prisão de Alcatraz ocorridos nos anos 60. Destaque para a participação do ator Jorge Garcia (o Hurley de “Lost”).


Terra Nova é uma das maiores apostas do ano. Com enredo futurista promete muito em efeitos especiais. Ela conta a trajetória de um grupo de ‘colonos’ humanos que viajam ao passado para tentar salvar a raça humana da extinção. Para isso ele viajam milhões de anos, até a época dos dinossauros. Mas esses animais não serão seu amior perigo. O verdadeiro desafio estará na convivência entre eles mesmos. No elenco Jason O’Mara (“Life on Mars”), Shelley Conn (“Mistresses”), Landon Liboiron (“Degrassi: The Next Generation”), Allison Miller (“Kings”), Naomi Scott (“Life Bites”), Alana Mansour, Stephen Lang (“Avatar”) e Christine Adams (“Tron: O Legado”).


Além dele temos: The X Factor, I Hate My Teenager Daughter, New Girl, Allen Gregory (desenho), The Finder, Napoleon Dynamite e Touch.

Os cancelamento lamentados na Fox são de Human Target e Lie to Me.

Para encerrar temos a CW. Em sua lista de renovações o destaque é para Nikita, que agradou razoavelmente o público e mais uma temporada para Supernatural – a sétima . As novidades que devem ser conferidas começam com The Secret Circle. Aqui bruxas são o tema central e um grande mistério com um grupo de jovens descendentes delas.


Em Ringer a curiosidade está na atriz Sarah Michelle Gellar, mais conhecida da série “Buffy”. Ela assume a identidade da irmã após seu suposto assassinato e descobre que este foi um grande erro. Série no melhor estilo policial.


Os destaques finais para renovações são: “The Walking Dead” renovado pela AMC, “Game of Thrones” pela HBO, “Spartacus, Blood and Sand” pela Starzs e “The Borgias” pela Showtime.