quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

D&D 5E não impactou o mercado tanto quanto imaginávamos


D&D 5E não impactou o mercado
tanto quanto imaginávamos

A notícia saiu hoje. O grupo Orr, responsável pelo Ennie-winning Roll 20, lançou uma nova tabela estatística sobre o uso de sistemas de RPG no último quadrimestre de 2014. O resultado é muito interessante. Na última amostragem tínhamos Pathfinder em primeiro com o D&D 5E em segundo, bem longe, na relação mesas usando o sistema e jogadores jogando-o. Nesta última o D&D 5E subiu de 16% para 24% no número de jogadores o utilizando, mas o Pathfinder continua com os seus 43% de jogadores o usando, ou seja, o D&D 5E pegou jogadores de outros sistemas, mas não de Pathfinder. E mesmo com essa subida da 5E, ainda não alcançou o D&D 3.5E que conta com incríveis 43,7%, vencendo inclusive do Pathfinder se compararmos só o quesito jogadores, e ocupando o terceiro lugar no geral.


Existe a máxima que diz que estatística é que nem biquíni, mostra tudo, menos o essencial. Mas ainda assim podemos fazer uma análise rápida sobre esses dados que, depois de alguns meses, já são de certa forma consistentes. A primeira informação que percebo claramente aqui é que o lançamento do D&D 5E não abalou o mercado tanto quanto imaginávamos. Ele captou muitos jogadores que estavam órfãos desde a edição 3.5. Ao mesmo tempo ele não chegou a influenciar aqueles que ainda usam a edição 3.5.

A segunda informação que vejo é que o estrago que a Wizard conseguiu com o fracasso do lançamento do D&D 4E foi muito maior do que imaginávamos. Com aquele ínterim de insatisfação dos jogadores de D&D muitos migraram naturalmente para o Pathfinder e lá permaneceram, algumas vezes mesclando com o D&D 3.5E. Com a qualidade estupenda do material do Pathfinder acho muito difícil que essa perda seja recuperada de forma plena.

A terceira constatação é de que o mercado esteve e está, pelo menos à curto prazo, de certa forma fragmentado e isso é ótimo. O sucesso da edição 3.5, em sua época, chegava a ser uma barreira para que novos sistemas surgissem, algo que foi amenizado com a abertura do sistema, mas mesmo assim, tínhamos variações de cenários e temáticas. Com o advento do D&D 4E e sua recepção negativa por parte de uma significativa parcela do público, uma brecha se abriu para que novos sistemas procurassem captar esse público desvinculado do antigo sucesso do cenário e sistema de D&D.

Mesmo no Brasil pudemos perceber isso. Não foi por acaso que sistemas como Tormenta RPG, FATE, Reinos de Ferro ou Mutantes e Malfeitores e tantos outros eclodiram nesses últimos anos. Nem que sistemas antigos como 3d&T voltaram com toda a força. Não que eles sejam ruins, muito pelo contrário, são ótimos, mas o espaço deixado com o lançamento da 4E permitiu que o mercado fosse se reorganizando e ocupando essas brechas. Mesmo a efervescência dos RPGs indie é um reflexo direto disto.


E o que acontecerá daqui para frente? Acho que não teremos mais um mercado polarizado em poucos sistemas como era até alguns anos trás. Esse erro, da Wizard, proporcionou que novas editoras se fortalecessem e fincassem bandeira no mercado de forma consistente. Ao mesmo tempo os jogadores foram percebendo que o espectro de possibilidades de sistemas e cenários é muito maior do que imaginavam e construiu uma cultura de experimentação muito positiva tendo agora um público aberto à novidades e desejando ser surpreendido.

11 comentários:

Anônimo disse...

Que conclusão estranha. Baseado em uma configuração de dados anteriores ao 5th. Bem como se basear na lista do Roll d20, que é um sistema alienígena ainda para muita gente [Todavia a amostragem mostre,muita gente jogando sistemas anteriores]...
Com isso digo que seria melhor juntar varias fontes atuais para se ter um melhor quadro, sem contar que cada país terá e tem uma amostragem diferente...

OD disse...

Não sei se é válido avaliar um produto que foi lançado em julho e so teve 6 meses para competir, sendo que apenas em dezembro o jogo ficou completo (com o livro do mestre chegando). Mas ja se nota que 20% das mesas são de d&D 5, onde apenas 3% a mais são de pathfinder. Alem disso são mesas online, você não pode contar o impacto apenas baseado nisso. Se formos contar vendar por exemplo, D&D foi um sucesso, estando nos livros mais vendidos da amazon durante um bom tempo.

Fabiano SILVA disse...

Concordo com o comentário acima... Acho melhor verificar as vendas nos EUA, por exemplo, o Starter ficou por um período à frente no mercado estadunidense. Concordo com a questão do Pathfinder, meu grupo mesmo foi resistente na aquisição da 5th, mas depois que começaram não querem outro sistema (fora o storyteller, grupo de rpgista velho é assim mesmo).

De resto, o Rolld20 não quer realmente dizer muita coisa, mas é um começo de análise.

Parabéns pelo artigo, muito bem escrito.

João Brasil disse...

Bom...primeiro...comentários de anônimos não me dou ao trabalho de responder!!!!

OD e Fabiano.... como eu disse ali, era mais uma especulação pelo que tinha nos dados com o que vivenciamos ao longo dos anos... Tenho certeza que esses dados vão mudar na próxima amostragem...mas de qualquer forma percebemos que houve uma alteração em só um grupo de usuários e isso, mesmo com poucos seis meses é digno de nota.... Mas concordo em gênero, número e grau com a questão de serem mesas online...e no próprio fórum de onde peguei os dados isso era ressaltado... tanto que para essa semana ainda os dados de vendas serão apresentados, embora tenham adiantado que não teremos tanta surpresa assim, já que um lançamento não pode ser analisado por vendas à curto prazo.... acho que uma melhor amostragem é colocando frente a frente venda e uso!

Valeu pelos comentários!!!!

Edu Trevi disse...

Ainda é cedo. E não adianta comparar a 5E com o Pathfinder que já está aí há anos e tem inúmeros materiais a mais...
D&D é um sistema que está dividido entre edições, se somadas, ele é top 1.

Haldor disse...

pq não se dá ao trabalho de responder comentários anonimos se a plataforma permite que o façamos? Não fui eu quem postou originalmente mas foi um post bem sóbrio e com bons argumentos e colocações. Então, lá vai:
Que conclusão estranha. Baseado em uma configuração de dados anteriores ao 5th. Bem como se basear na lista do Roll d20, que é um sistema alienígena ainda para muita gente [Todavia a amostragem mostre,muita gente jogando sistemas anteriores]...
Com isso digo que seria melhor juntar varias fontes atuais para se ter um melhor quadro, sem contar que cada país terá e tem uma amostragem diferente...

João Brasil disse...

Haldor...

Em primeiro lugar...embora a plataforma permite eu tenho por regra não responder NENHUM comentário anônimo....Não abro exceção para ninguém para não ter que escolher (esse caso merece , esse caso não) ponto!

Segundo... eu ressaltei que os dados são incompletos e que a análise era particular e também incompleta... Visto isso, usei os dados para demonstrar uma tendência que é impossível que algumas pessoas não tenham percebido... Sei que é complicado lidar com fanboys e com pessoas que não consigam deixar de tratar as análises de forma passional (não estou dizendo que é o seu caso, mas no geral)... lamento aos fãs de D&D que estes dados, mesmo que de forma precária demonstrei (ou comprovem ) que a 4E deixou um vácuo que foi ocupado pelo Pathfinder e que a 5E de D&D não está recuperando....

Isso vai mudar? Não sabemos! A 5E vai recuperar o terreno perdido para Pathfinder se aproximando mais deles? Não sabemos...O que sabemos é que NO MOMENTO isso não está acontecendo....

João Brasil disse...

Edu... eu concordo contigo sobre os anos de diferença entre os sistemas, mas a intenção aqui é ver qual nicho de mercado que eles estão ocupando....

Presumia-se (e muitos alardeavam isso) que a 5E teria ampla inserção no mercado... o que os dados demonstram, num primeiro momento, é que a 5E acabou encontrando mais receptividade ente os jogadores de outros sistemas que não Pathfinder...

Isso não significa DE FORMA ALGUMA que seja um fracasso.... Isso também não significa que no futuro isso não mude.... Estou aqui analisando uma fatia específica do momento...

Atmo - Lucas Leonardo disse...

Mercado geral de RPG mundial =/= o que um grupinho de um único site quer que seja.

Queria dizer que é uma análise inútil e tendenciosa apenas para o lado do Roll20 (sem "d"), mas pode ser que o autor tenha se enganado em algum ponto ou quisesse ressaltar o que o Roll20 (sem o "d", novamente, prestem atenção nisso ou vão fazer propaganda erroneamente) encontrou em seu pequeno quintal.

Haldor disse...

João Brasil, entendi o que você quis dizer. Eu sei que Pathfinder é forte e líder de vendas no acumulado e aparece no report de lojas especializadas. Entendo também a questão da antipatia que a quarta edição gerou.

Mas o que eu penso é: uma nova edição do D&D rende muito mais impacto (com direito a artigos no whashington post e ny times) do que uma edição do Pathfinder causaria.

Fica minha dúvida acerca do seu comentário: "O que sabemos é que NO MOMENTO isso não está acontecendo...."

Eu GOSTARIA de ver outros numeros além do ranking do Roll20. Alguém tem números de venda? A wizards emplacou o PHB e o MM na lista de bestsellers na categoria jogos do NY Times. Lado a lado com guias para Minecraft e outros jogos de computador. Pathfinder já esteve nesta lista?

Fonte: http://www.nytimes.com/best-sellers-books/2014-11-16/games-and-activities/list.html?date=2014-11-16&category=games-and-activities&pagewanted=print

Em tempo: não jogo D&D. Não me importo com D&D fazem pelo menos 14 anos quando vi que a 3E não era pra mim...

João Brasil disse...

Atmo, amigo...nem vou comentar o que tu disse hehehehehe .... análise "tendenciosa"? ..... hehehahahahehehe .... eu?....hihihihihih .... FAzer o que?!?! Deixa pra lá!

Haldor...concordo plenamente contigo...mas ressaltando o que disse na postagem, quando digo "no momento" é baseado só nos dados que temos...é claro que precisamos de muito outros dados para confirmar ou refutar qualquer análise que seja. Quanto aos números de vendas estamos aguardando ainda...embora venda não significa impacto pois muita gente compra e nem sempre sai jogando...pode acabar nos enganando também...mas quanto mais dados melhor!!!

Mas estou encantado com a passionalidade dos comentários e debates aqui e no grupo do Face.... acho sensacional isso...imagina se eu fosse fanboy de algum deles ou realmente tendencioso!!!

P.S.: em tempo.... curto D&D e Pathfinder....e nenhum dos dois são meus preferidos.....