sábado, 21 de fevereiro de 2015

Nova seção: A Confraria de Arton desaprova ... 01

A Confraria de Arton desaprova... 01

Sei que vou meter a mão em vespeiro novamente, mas não posso ficar calado. Depois de muita repercussão sobre o tema da mulher no RPG e de um debate quanto ao respeito com as mulheres no meio nerd e rpgístico eis que me deparo com mais uma postagem totalmente desnecessária no Facebook. Em tempos em que tudo o que desejamos é que a prática do RPG seja vista com de forma mais abrangente, agregadora e uniforme, não aceitável qualquer tipo de ação ou preconceito seja quanto à gênero, raça ou credo, ou qualquer outra coisa.

Por isso resolvi criar aqui na Confraria de Arton a seção “A confraria desaprova!”. Nela postaremos tudo aquilo que achamos que seja reprovável quanto à prática do RPG, da comunidade nerd e de uma prática saudável e madura dela.

Sua criação me foi estimulada devido à uma infeliz postagem feita pela página do RRPG Firecast no Facebook ontem (20/02/2015). Nela duas mulheres estão semi-nuas, com livros de D&D tapando seu seios e a mensagem: “A maior parte de vocês já pensou nisso!” É reprovável tanto por colocar a mulher em uma posição de simples objeto, quanto por colocar todos os rpgístas em um mesmo grupo como sendo trogloditas que pensam mais em sexo do que na prática em si do RPG. Lamentável. Desnecessário!


Então, está ignóbil postagem terá o prazer de ser a primeira a receber o nosso selo de reprovação!


Reclame, grite, mostre toda a sua desaprovação. Entre na postagem e mostre o quanto se sentiu agredido/agredida com ela!

8 comentários:

Anônimo disse...

Perdeu um leitor.

João Brasil disse...

Ótimo...não quero leitores deste tipo.... Pena que não teve coragem de assinar seu comentário.... Seja feliz!

Ismael Guima disse...

eu concordo com vc João, no sentido de que associar a personagem desnuda ao RPG, pode criar estigma para um público em potencial (as mulheres em específico). Mas isso não quer dizer que não se possa produzir, ilustrar uma mulher guerreira, desnuda, por exemplo, em um livro de RPG. São duas coisas distintas, se é que vc me entende.

João Brasil disse...

Com certeza Ismael.... Mas são coisas diferentes. Não é por criar uma história ou livro ou filme contextualizado sobre nazismo, por exemplo, que serei nazista. O problema está em usar uma imagem para criar um estigma em forma de objeto.

Valberto disse...

Eu acho que postagens como essa deveriam valer a expulsão da pessoa de sua respectiva comunidade.

João Brasil disse...

Concordo contigo Valberto e isso está acontecendo....felizmente!

Anônimo disse...

Os seres humanos vivem por sexo, pensam a maior parte da sua vida em sexo. Não vi mal nenhum na imagem. Apenas os seres humanos sendo seres humanos, fantasiando sobre sexo. Acho que, se fosse uma imagem direcionada as mulheres, com um cara saradão, com um livro de RPG tapando o pinto, não haveria tantas controvérsias. Mas enfim, pra mim, tudo normal.

João Brasil disse...

É uma pena saber que alguns vêem isso como algo normal! Muita pena mesmo!