terça-feira, 30 de abril de 2019

NPCs para Starfinder - Ebony Maw

NPCs para Starfinder
Ebony Maw


“Me ouça e se alegre! Você teve o privilégio de ser salvo pelo Grande Titã. Você pode pensar que isso é sofrimento. Não ... é salvação. As balanças universais apontam para o equilíbrio por causa do seu sacrifício. Sorria... pois mesmo na morte, você se tornou filho de Thanos.”

CR 10 - XP 9.600
NE Médio humanoide
Inic +2; Sentidos visão no escuro 18ms; Percepção +19 

DEFESA                                                    HP 123 (13d10 + 52)
CA 22, Toque 22, Surpreso 19 (+2 Des, +9 Deflexão, +1 Esquiva)
Fort +8, Ref +10, Will +13 
Habilidades Defensivas Defesas telecinéticas; DR 5/-; Resistência ácido 5, ao frio 5, ao fogo 5; RM 21

OFENSIVO
Velocidade
 9m, voar 18m (perfeito)
Corpo a corpo +14 (2d6 + 2)
À distância Barragem telecinética +22 (2d12 + 18)
Ataques Especiais Telecinesia Poderosa
Habilidades similar à magia (NC 15, concentração +24) 
À vontade – telecinesia

ESTATÍSTICAS
For
 13, Des 14, Con 15, Int 19, Sab 16, Car 28 
Talentos Grande fortitude, Vontade de Ferro, Mobilidade, Tiro em Movimento, Point-Blank Shot*, Precise Shot* (*Pathfinder RPG)
Perícias Acrobacias +18, Diplomacia +22, Voar +12, Intimidar +22, Percepção +19, Sentir Motivação +16, Misticismo +22
Idioma Comum 

ECOLOGIA
Ambiente qualquer
Organização solitário
Tesouro nenhum 

HABILIDADES ESPECIAIS 
Telecinesia Poderosa (Ex) O Ebony Maw pode usar a telecinesia como uma proeza expandida. Ele pode mover até 350kg de peso quando usar as versões mágicas de Força Sustentada ou Impulso Violento. Ao usar a versão de Força Sustentada da magia, ele pode mover um objeto até 30m e pode manipular objetos com precisão sem precisar de uma teste de Inteligência. Ele também pode continuar essa versão concentrando-se como uma ação rápida, embora ele possa usar a magia apenas para criar uma única força sustentada de cada vez. Ao usar a versão de Impulso Violento do feitiço, ele só pode causar 15d6 pontos de dano com um objeto.

Barragem Telecinética (Ex) Ebony Maw pode disparar uma saraivada de projéteis através de sua telecinesia como uma ação padrão. Essa ação tem um alcance de 75m, usa seu modificador de Carisma no lugar de seu modificador de Destreza para determinar o bônus de ataque e pode atingir até duas criaturas por uso. O dano pode ser tanto dano de concussão, perfuração ou corte, escolhido por Ebony Maw no momento do ataque. Esse ataque é tratado como mágica para o propósito de superar a redução de dano. 

Defesas Telecinéticas (Ex) Ebony Maw adiciona seu bônus de Carisma como um bônus de deflexão para CA.

Ebony Maw é um dos tenentes mais confiáveis ​​de Thanos, o Titã. Ele tem poderosas habilidades telecinéticas que lhe permitem mover objetos com precisão cirúrgica. Ele é capaz de arremessar objetos pesados ​​com facilidade e pode até mesmo manipular objetos com suas habilidades. Maw é um membro da Ordem Negra, um grupo de elite de indivíduos que servem Thanos. Entre a Ordem Negra, Maw atua como o principal estrategista. Ele também é totalmente leal e dedicado a Thanos e sua causa, nunca falhando com o Titã durante seu tempo na Ordem Negra.


[Material criado por Luiz Loza e postado em Know Direction Podcast]

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Ordem de Leitura Marvel - A Essência do Medo


Ordem de Leitura Marvel
A Essência do Medo

Voltamos com nossa Ordem de Leitura Marvel, hoje abordando a saga A Essência do Medo (Fear Itself), lançada em 2011, e as consequências dessa saga, lançada no arco Heróis Despedaçados (Shattered Heroes), totalizando nada menos do que 166 quadrinhos.

A saga Essência do Medo conta a busca de Pecado, a filha do falecido Caveira Vermelha, por um artefato místico que seu pai fracassou em possuir na época da Segunda Guerra, e que a faz conquistar o poder de Skadi, a verdadeira herdeira do Deus Serpente asgardiano. Dotada de um martelo místico parecido com o Mjolnir de Thor, o recém liberto avatar da deusa sai em busca da libertação de seu pai nas profundezas do mar, onde ele fora aprisionado pelo próprio Odin há milênios. Após a libertação o Pai Supremo resolve convocar com seu poder os Sete Dignos, sete martelos que caem em na Terra dispostos carregados de energia mística, transformando aqueles que atenderem seu chamado. Dessa forma Fanático, Hulk, Titânia, Homem Absorvente, Attuma, Gárgula Cinzento e o Coisa são transformados nos arautos da destruição da Serpente, e conforme eles conclamam o caos e o medo ao redor do Globo, mais o Pai Supremo se revigora, o que o torna cada vez mais apto de confrontar seu próprio irmão Odin, aquele que usurpou seu lugar ao trono de Asgard.

Como de costume apresento a ordem de leitura da história com a edição americana e sua equivalente lançada no Brasil.

domingo, 28 de abril de 2019

Resenha: Starfinder Trilhas de Aventuras Sóis Mortos - Incidente na Estação Absalom

Resenha
Starfinder Trilha de Aventuras
Sóis Mortos – Incidente na Estação Absalom


Nem sei por que demorei tanto para realizar essa resenha já que atualmente Starfinder é o sistema com o qual mais tenho me afinado e trabalhado (junto do Pathfinder 2.0 e meu adorado M&M 3ªed). De qualquer forma eu estava tranquilo, pois estamos em um ínterim entre o final do financiamento coletivo (muito bem sucedido) de Starfinder no Brasil pela New Order e a entrega dos livros aos financiadores (que culminará com a colocação desses livros à venda para o público em geral).

Primeiramente, para quem não sabe do que se tratam os Adventure Paths eu recomendo uma lida cuidadosa no artigo em que os dissecamos (StarfinderAdventure Path: o que foi lançado e as novidades). De uma forma rápida, os adventure paths são grandes aventuras divididas em partes (três ou seis) e lançadas mensalmente. Mas não só isso, os adventure paths são uma estratégia inteligente da Paizo de manter lançamentos regulares de material oficial e canônico, sempre enriquecendo o cenário com informações e debates importantes em artigos especiais que complementam essas aventuras.

Dentro dessa lógica, logo após o lançamento de Starfinder RPG na GenCon 2017, os Adventure Paths para Starfinder começaram a ser lançados repetindo uma estratégia que já havia sido muito bem sucedida com Pathfinder. Naquele mesmo agosto de 2017 a Paizo lançava Starfinder Adventure Path: Dead Suns – Incident in the Abaslom Station, a primeira parte de uma aventura de seis. Com a editora New Order começando sua jornada com Starfinder no Brasil os Adventure Path logicamente que também estão presentes. Assim tivemos o lançamento de Starfinder Trilha de Aventuras: Sóis Mortos – Incidente na Estação Absalom, uma aventura para personagens de 1-2 nível, que estava disponível como uma das metas estendidas do financiamento de Starfinder RPG. Vamos conhecê-lo?

Arquétipos para Mutantes e Malfeitores 2ª ed - Portador do Anel


Arquétipos para Mutantes e Malfeitores 2ªed
Portador do Anel

"Uma coisa tão pequena para ter uma responsabilidade tão grande."

Como o nome sugere, o Portador do Anel ganha super poderes de um anel de poder. Este anel de poder pode ser um dispositivo de alta tecnologia, um antigo poder místico ou usar os talentos latentes do Portador do Anel. O herói pode ter tomado posse do anel por descoberta acidental, recebido como legado ou emitido por uma organização.

Descrição
É tudo sobre o anel. Isso melhor resume o Portador do Anel. O herói é um indivíduo à parte do anel, mas o fato é que, sem o anel, o portador do anel é, pelo menos superficialmente, nada espetacular. Mas a ideia de que é tudo sobre o anel engloba mais do que apenas o poder bruto que o anel fornece. A ideia também inclui a responsabilidade de ser o portador do anel.

Poder tal como aquele possuído pelo anel não é dado descuidadamente; o portador do anel é quase sempre escolhido pelo destino ou através de uma avaliação cuidadosa. Como tal, o anel realmente incorpora o velho ditado de que “com grande poder vem uma grande responsabilidade”. De fato, o herói geralmente tem a complicação Responsabilidade e, dependendo da história do anel, também pode ter as complicações Inimigo ou Rivalidade.

Claro que o fato de que é tudo seja sobre o anel pode de muitas maneiras usar o portador do anel. O herói pode se ressentir com toda a bagagem que o portador do anel carrega consigo. Especialmente se o herói tiver uma carreira ou identidade forte antes de se tornar o Portador do Anel, o herói pode se ressentir de estar sozinho por causa do anel. O Portador do Anel é o possuidor de um símbolo poderoso (em todos os sentidos da palavra), mas somente o tempo dirá se este é um sentimento temporário ou permanente.


sábado, 27 de abril de 2019

Resenha de Cultos Inomináveis - RPG anunciado pela Redbox

Resenha de Cultos Inomináveis
RPG anunciado pela Redbox


Ontem tivemos mais um anúncio bombástico de um lançamento da editor Redbox para o mercado brasileiro – Cultos Inomináveis (Cultos Innombrables), da editora espanhola Nosolorol, criação de Manuel Suaeiro, Ricardo Dorda, Luis Barbero e Jokin García. Nem preciso dizer o quanto isso me agradou e não quis perder tempo em contribuir para que esse lançamento encontre terreno fértil por aqui. Deste modo trago uma resenha da obra baseada em sua edição espanhola original, acreditando que a obra que a Redbox nos entregará será nos mesmos moldes e qualidade.

Vamos começar pelo conceito básico. Cultos Inomináveis é um jogo de RPG dentro de uma temática de horror lovecraftiano onde os jogadores fazem parte de um culto secreto em um mundo análogo ao nosso onde a existência dos ‘Mitos’, ou a Verdade, é conhecida em certo ponto pelas pessoas.

Muito de um jogo de RPG de horror vem de dois pontos – cumplicidade dos jogadores e ambientação. Quanto a cumplicidade dos jogadores autores e mestres não podem fazer muito, mas quanto à criação de uma ambiente apropriado a conversa é outra. O livro Cultos Inomináveis consegue criar uma ambientação e atmosfera únicas. Percebemos ao longo da leitura um cuidado para que cada detalhe direcione o leitor para o clima desejado, seja por imagens escolhidas e trabalhadas impecavelmente, seja pela diagramação mesclando um visual convencional com elementos que lembram um diário de repleto de recortes, seja pelo texto. Tudo é pensado no clima desejado. No início de cada um dos nove capítulos temos pequenos contos de quatro páginas, chamados de Relatos) de autoria de Rosendo Chas Patier misturando o assunto que será visto no capítulo com o muito do clima que esse tipo de temática trabalha. Em muitos casos esses contos podem ser uma aula de como mestrar ou interpretar dentro do cenário, até por que temos peculiaridades únicas aqui.

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Novidades para Pathfinder Society 2.0 - Parte I


Novidades para Pathfinder Society 2.0 
Parte I

Esta postagem ocorreu ontem (25 de abril de 2019) dando o verdadeiro pontapé inicial para o Pathfinder Society 2.0. Logo que a segunda edição foi anuncia duas coisas pipocavam nos fóruns: como ficariam os Adventure Paths e o Society? Enquanto muito material referente à regras e mecânicas surgia com a preparação do Playtest, o Society principalmente ficava de lado. Era óbvio que não era um esquecimento, mas uma estratégia (como veremos abaixo). A importância dessa conversa inicial da equipe o Society é tão grande que resolvi simplesmente traduzir o texto assinado por John Compton (Organized Play Lead Developer), Tonua Woldridge (Organized Play Manager) e Linda Zayas-Palmer (Deleloper).


Brindes Adquiridos

Quando anunciamos o Pathfinder Segunda Edição, a equipe de jogo começou a coletar feedback de nossa base de jogadores e organizadores sobre o que eles gostavam da Pathfinder Society e o que eles gostariam de transmitir à campanha da Segunda Edição. Continuamos essa divulgação em várias plataformas digitais, e no final de 2018 tivemos várias rodadas de postagens do blog reunidas a partir de tópicos e pesquisas de fóruns associados aos tópicos do blog.

Seus comentários e sugestões foram os principais fatores, pois avaliamos o que funcionou bem e queremos incorporar suas escolhas para uma campanha influenciada pelo jogador. Em todas as nossas conversas, nos referimos regularmente às suas respostas para garantir que as novas regras abordassem as preocupações da comunidade sempre que possível. O processo levou algum tempo e mais de um ano se passou entre o anúncio da nova edição e o blog de hoje. Agora que o Core Rulebook está na gráfica, podemos começar a anunciar como será a Pathfinder Society quando for lançada na Gen Con 2019.

Alien: RPG anunciado pela Fria Ligan


Alien RPG é anunciado por Fria Ligan

Como não comentar essa notícia! Agora a pouca a Fria Ligan (Tales from the Loop) anunciou parceria com 20th Century Fox para a criação de Alien: RPG ainda em 2019. Ele será ambientado no universo que já tão bem conhecemos. Ele apresentará o modo campanha de mundo aberto e uma modo de campanha pré-geradas com regras baseadas no sistema da Linha Mutant, Tales from the Loop e Coriolis. As artes estarão nas mãos de Martin Grip, John Mullaney e Axel Torvenius.

Todas as aventuras se passarão no chamado Aliencom, com personagens originais e novas histórias. O cenário será baseado na linha cronológica após os eventos de Alien 3. “Estamos nos concentrando mais em certos aspectos do universo do que outros. Acho que a principal coisa que estabelecemos no nosso jogo em 2183 é uma escolha muito consciente”, disse Tomas Härenstam, co-fundador da editora.


Segundo Tomas o jogo será tanto para novatos quanto para especialistas no cenário. “Para as pessoas bem versadas em RPGs, há uma campanha tradicional, onde os jogadores podem assumir o papel de operários, fuzileiros navais, exploradores, até mesmo andróides. (...) Para outros que podem estar interpretando pela primeira vez, há a experiência “Cinematic”, uma série de histórias pré-geradas que podem ser reproduzidas em uma única sessão. O primeiro é chamado de Chariot of the Gods, escrito pelo autor de ficção científica Andrew EC Gaska (Morte do Planeta dos Macacos) (>>>) No modo [Cinematic], você reproduz cenários com caracteres pré-gerados e uma espécie de arco central. Eles imitam a estrutura dramática de um filme Alien. É meio que construído para um one-shot”.



quinta-feira, 25 de abril de 2019

Encontros Icônicos de Pathfinder 2.0 - Conto de Sajan


Pathfinder 2.0 – Conto de Sajan

Estamos em nosso oitavo encontro icônico da Paizo para Pathfinder 2.0. Já tivemos a bárbara Amiri, o mago Ezren, o ranger anão Harsk, a clérica Kyra, o bardo halfing Lem e a ladina Merisiel. Agora chegou a vez do monge Sajan. Aproveitem a leitura contem os dias para o lançamento no Brasil pela New Order!

o  O  o

Teste dos Picos Ocultos
  
Garras grandes o suficiente para levar a cabeça de Sajan para fora sussurravam por seu ombro, deslizando pelo ar onde ele tinha estado antes. O troll se conteve, seguindo com um ataque nos rins que poderia ter eviscerado um cavalo, mas muito devagar. Sajan entrou na guarda do troll, a combinação fluindo suavemente. Intestino, intestino, rosto, garganta - seus braços se moveiam enquanto ele golpeava, o som do impacto de cada punho misturando-se aos outros como gotas de chuva numa tempestade.

O troll cambaleou para trás, empurrando Sajan para longe com um chute frontal desajeitado, abandonando qualquer tentativa de agarrar a fim de colocar algum espaço entre eles.

Foi o movimento errado. Sajan deu dois passos para a frente e lançou-se no ar, rolando para a esquerda. Sua perna direita arqueada disparou, calcanhar pegando o troll na bochecha com toda a força de seu impulso. Osso despedaçado.

Sajan e o troll caíram no chão, mas apenas Sajan caiu de pé. O troll estava nas pedras do pavimento, o peito arfando quando ele piscou sem compreender os falcões flutuando no alto.

Sajan se inclinou e estendeu a mão.

“Novamente?”

“Contigo?” O troll aceitou a mão de Sajan, tentando derrubar o monge enquanto ele se levantava. Ele estendeu a mão e empurrou a mandíbula quebrada de volta ao lugar com um aperto. “Se eu gostasse de me machucar, eu teria ficado em Kaer Maga e me tornado um Augur.”

Sajan sorriu e deu um tapinha no enorme ombro do troll. “Pare de choramingar - alguns de nós realmente têm que viver com nossos ferimentos. Em dez minutos você nem vai se lembrar que eu bati em você.”

“Não é verdade.” O troll levou-o através do pátio de treinamento para o barril de água. Ignorando o a concha, o gigante levantou a coisa toda e tomou um longo gole antes de abaixá-la novamente. “Eu não vou esquecer isso tão cedo.” Ele balançou sua cabeça. “Presas, Sajan - se é assim que você luta quando está tudo bem, eu odiaria ver você com raiva.”

Sajan levantou a concha, pingando água sobre a cabeça raspada. “Esse é o meu segredo, Jora: eu nunca luto com raiva. Raiva obscurece a mente, deixa você estúpido. Lenta.”

Jora ergueu uma lagarta espessa de sobrancelhas. “Nunca?”

Memórias se ergueram espontaneamente: uma batalha. Um senhor. Uma mulher dura com seu próprio rosto.

Sajan franziu a testa. “EU...”

Um gongo tocou. Tanto Jora quanto Sajan giraram, chamando a atenção. Do outro lado do pátio, as enormes portas de bronze do templo se abriram, desencadeando uma procissão ordenada de monges. E atrás deles...

Sajan curvou-se, Jora apenas um segundo atrás. “Mestre! Você nos honra.”

A velha se aproximou. Ela era pequena, seus cabelos prateados brilhavam contra o azul profundo de seu sári, mas seus velhos pés não emitiam som enquanto cruzavam as pedras desgastadas pelo tempo. Sua palma calejada tocou a parte de trás da cabeça de Sajan, tão suave quanto um pardal pousando.

“Sajan” Sua voz era alta e forte, forjada em incontáveis campos de batalha. “Você treinou bem em seu tempo com a gente, mas o tempo para o estudo é passado. Eu vi o caminho que Irori definiu para você, e é longo - muito antes de você vir até nós, e ainda mais quando você sair No entanto, antes de ir, se você for um filho completo da Escola dos Picos Ocultos, você deve passar por um desafio final.”

Sajan fechou os olhos.


“Diga-me o que devo fazer.”

- Mark Moreland


Dungeons (e mapas) para suas aventuras - 94


A cidade de Fairhaven

O mapa de hoje é uma simples cidade à beira de um rio que achei muito interessante. Com o nome de Fairhaven, criação de Sean McDonald (para D&D), ela é simples e prática. Uma cidade de médio porte, incrivelmente simétrica e ótima para qualquer tipo de aventura que precise de uma cidade.


Se a olharmos com cuidado perceberemos que ela possui alguns elementos interessantes. Um porto propício para chegadas e saídas para aventuras é ótimo para colocar essa cidade em um ponto central de uma campanha. Além disso, a disposição de três torres ao redor do palácio central é ótima para quests que levem os personagens a terem que ingressar em cada um deles. Fora isso, sendo criativo, você pode criar mesmo toda uma mini campanha dentro da cidade.


Uma história para Starfinder: Sobrevivência Incerta - Capítulo 4


Uma História para Starfinder
Sobrevivência Incerta

Capítulo 4
Kroan ainda estava tentando entender o que passava na cabeça daquelas duas para acharem uma boa ideia sair da nave e explorar o ambiente, ainda mais tendo escapado por pouco de virarem ração de insetos gigantes e mortais.

Era verdade que ele precisava de algum tempo para avaliar todos os sistemas de voo e calibrar os motores, principalmente depois de força-los naquele estado por duas horas, enquanto procurava um local seguro e afastado para pousarem. A Icarus não aguentaria mais uma ação dessas se fosse necessário e correriam o risco de literalmente ficarem à pé. Por isso ele achava prudente que todos ficassem quietinhos e de prontidão. Mas a capitã tinha outras ideias.

Enquanto realizavam a refeição, momentos atrás, Kroan e Mark IV conversavam sobre a ordem de afazeres e verificações que os dois teriam de realizar para deixar a nave apta para sair da atmosfera daquele planetoide. Entre olhadas rápidas em sua holotela portátil no punho e espiadas na tela ao lado da mesa, os dois listavam todos os itens indispensáveis. Do outro lado da mesa a capitão Huaa e a imediata, barra chefe de ciências, Nytaa comentavam entusiasmadas, agora que estavam em segurança, sobre os perigos que haviam enfrentado e quanto um espécime daqueles poderia valer no mercado clandestino de Absalom.

O resultado era que agora Kroan e Mark IV cuidavam da Icarus enquanto Huaa e Nytaa desciam pela encosta do morro para investigarem. O garoto tinha certeza que elas realmente não podiam raciocinar com clareza e que ele, mesmo novo, tinha mais juízo que as duas juntas.

Kickstarter bate marca de 1 bilhão em financiamento de jogos


Kickstarter bate marca de
1 bilhão em financiamento de jogos

Essa informação merece ser noticiada, mesmo que com alguns dias de atraso. Dia 16 de abril passado a Kickstarter, plataforma de financiamento coletivo (crowndfunding) que completa 10 anos dia 28 de abril próximo (daqui 3 dias) informou que projetos na categoria jogos (que inclui RPGs, videogames, boardgames e cardgames) ultrapassou a soma de 1 bilhão de dólares em mais de 17 mil projetos financiados e 3,2 milhões de apoiadores. Dentro disso o RPG representa mais de 680 milhões de dólares. É uma marca realmente incrível. (LINK)

Não é de hoje que temos tido notícias ano após ano de como o mercado de jogos em geral tem crescido nos Estados Unidos e Europa, o que acaba por respingar positivamente no Brasil. Esse crescimento tem sido notado muito no que diz respeito à RPGs. Plataformas de financiamento coletivo como Kickstarter, ou a Cartase no caso do Brasil, tem possibilitado que projetos dos mais diferentes tamanhos e abrangências tenham saído das gavetas e ganho o mundo. Limites que tínhamos anteriormente da necessidade de grandes investimentos iniciais ou a chancela de editoras já não se fazem obrigatórios.

Abattoir 8, aventura grátis para Starfinder

Abattoir 8, aventura
grátis para Starfinder


Que tal uma aventura de terror para Starfinder? E ainda por cima grátis? Pois foi disponibilizado hoje a aventura Abattoir 8, para Grimmerspace, um cenário compatível com Starfinder sem magia e baseado em uma temática de terror, criada pelo mestre do terror Richard Pett e Sean Astin.

Para quem não os conhece Richard Pett simplesmente é ganhador três vezes da medalha de ouro no ENnie Award na categoria Melhor Produto Grátis em 2012, 2014 e 2016, além de ter trabalhado em nada menos que 24 suplementos, módulos e aventuras para Pathfinder. Já Sean Astin é o co-autor de Grimmerspace (junto de Lou Agresta e Rone Barton), embora seja mais conhecido por seus trabalhos no cinema como o hobbit Sam, na trilogia Senhor dos Anéis. Grimmerspace passará por financiamento coletivo em maio próximo (futuramente o apresentaremos aqui).

Abaixo veja a chamada que a editora apresentou para sua aventura:

“Quando um desastre misterioso deixa uma estação espacial agrícola em órbita silenciosa e escura, o fluxo interrompido de alimentos ameaça as colônias próximas com fome, desordem e deserção. Os jogadores que investigam encontram-se presos a bordo do Hellscape que é o Abattoir 8. Para fugir, eles devem chegar ao centro de controle da estação navegando por traiçoeiros silos de processamento de alimentos de meia milha, atormentados por maníacos, bestas e máquinas enfurecidas. Prenda sua armadura, carregue suas proteções ambientais e jogue algumas revistas extras em sua mochila. Eles podem fazer algum bem antes que tudo isso acabe. Esqueça o heroísmo... você pode correr através do pandemônio e escapar?”

A aventura é para 4-6 personagens do 1º ao 3º nível, e normalmente termina em duas sessões de jogo. Na aventura há bastante material extra para ambientar a estação espacial agrícola, dicas para aventuras de terror espacial e muitas informações.


Paizo e Wizkids anunciam Starfinder Battle


Paizo e Wizkids anunciam
Starfinder Battle


Paizo anunciou hoje, por meio de um comunicado à imprensa, o lançamento de Starfinder Battle para 2020. Para quem não conhece, a série Battle que já é lançada para Pathfinder à algum tempo, trata-se de coleções de miniaturas baseadas em temas ou séries para serem usadas em suas sessões. Tais peças são lançadas em parceria de licenciamento com a WizKids.


A série inicial de Starfinder Battle será lançado em forma de boosters e um conjunto Premium. Ainda não temos muitas informações além de que seguirão o mesmo padrão do que já é lançado para Pathfinder Battle, com miniaturas de boa qualidade e pintadas, e de que serão lançadas em 2020. Tão logo saibamos de mais, informaremos!!

Link para anúncio oficial - AQUI

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Cinema na Confraria: A Gente se vê Ontem ganha trailer


Cinema na Confraria
A Gente Se Vê Ontem ganha trailer

Um dos ícones do cinema resolver ingressar na viagem no tempo. Falo de Spike Lee (“Faça a Coisa Certa”) que junto com a Netflix está produzindo A Gente se vê Ontem. O filme mostra um grupo de jovens talentosos que produzem uma máquina do tempo e resolvem testá-la para salvar o irmão de um deles, assassinado por um erro policial. É um ótimo e maravilhoso exemplo dos novos rumos que o cinema está tomando. Ele aborda o movimento ativista Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) entrando fundo em um tema crucial - brutalidade policial contra negros. Com produção de Spike Lee e direção de Stefon bristol (“Infiltrado na Klan”), o elenco conta com Eden Duncan-Smith (“Annie”), Dante Crichlow (“Nowhere”), Astro (“Caçada Mortal”), Marsha Stephanie Blake (“Orange is the New Black”), Wavyy Jonez (“Unsolved”), dentre outros. A estréia será 17 de maio no Netflix!





Fichário para mestres de D&D 5E

Fichário para mestres de D&D 5E


Adoro procurar novidades que sejam úteis ao mestre de diferentes sistemas. Eis que me deparo com um produto muito interessante – o Arcana Note: 5E Leather Journal & Adventure Kit. Ele é um fichário de couro em tamanho A5 todo preparado para o mestre de D&D 5E com podendo ser totalmente rearranjado à cada nova aventura.

O Arcana Note passou por um financiamento coletivo muito bem sucedido em final de 2017 com entrega em janeiro de 2018 com mais de mil apoiadores. Projeto encabeçado por Arcane Goods.

Em si o kit é um fichário com o suporte de folhas customizadas para ele, todas baseadas em D&D 5E, e visando as necessidades do mestre. Fichas de personagens personalizadas para acompanhamento do mestre, informações sobre o sistema de forma organizada e resumida com tabelas, folhas especiais para mapa, folhas para anotações das sessões, folhas especiais para acompanhar campanhas em curso, régua para distâncias, cartões de condições, cartões de magias e itens em branco para anotações, folhas plásticas para acomodação dos cartões, folhas para marcação de uso de magia conforme gasto de slots e mais. Além disso, ele vinha com arquivos pdf para reposição de todo o material impresso.

O valor do conjunto completo está entre U$ 49 e U$ 59 dólares, dependendo do material da capa do fichário (LINK). A má notícia é de que ele está esgotado nesse momento, mas segundo seu twitter logo o material será reposto.


Sangue & Rum em financiamento: Conheça detalhadamente cada uma das recompensas


Sangue & Rum em financiamento
Conheça detalhadamente cada uma das recompensas

Depois de nossa resenha sobre Sangue & Rum eu não poderia deixar de noticiar o financiamento desse suplemento com o máximo de informações possíveis. Para quem não leu nossa resenha ainda (LINK), Sangue & Rum é um suplemento para Thordezilhas: Sabres e Caravelas, lançado pela Redbox ano passado expandindo sua linha Old Dragon. Ele apresenta-se como um microcenário que tanto funciona agregado à Thordezilhas, quanto de forma individual.


O financiamento dará direito ao livro Sangue & Rum e uma série de recompensas dependendo de sua categoria de apoio, além de presentes conforme as metas estendidas forem sendo batidas. Inicialmente já foi informado que todos os apoiadores (independente do apoio) receberão uma micro-aventura. O financiamento de Sangue & Rum vai até dia 11 de maio, com a entrega acontecendo em novembro próximo.


As categorias de apoio possíveis, suas recompensas e as metas extras são:

Nível 1 Beberrão dos Infernos – R $39
Thordezilhas Rum & Sangue (PDF e Fisico)
Mapa de Redonda (PDF)
Thordezine Especial 1
Uma mini-aventura pronta

Nível 2 Taverneiro Imundo – R $49
Thordezilhas Rum & Sangue (PDF e Fisico)
Mapa de Redonda (PDF e Físico )
Thordezine especial 1
Thordezilhas o Mapa das Buscas
Uma mini-aventura pronta

Nível 3- Proprietário do Jabuti Caolho – R $93
Thordezilhas Rum & Sangue (PDF e Físico)
Thordezilhas Sabres & Caravelas (Físico )
Mapa de Redonda (PDF e Físico )
Thordezine especial 1
Thordezilhas o Mapa das Buscas
Uma mini-aventura pronta

Como meta estendida os apoiadores receberão três incríveis presentes se o financiamento bater R$ 4.800:

Personagens Prontos (PDF): quatro personagens prontos em ficha personalizada;

Ficha Estilosa (PDF): ficha de personagem exclusiva;

Aventura “Tesouro do Velho Long Jhonson” (PDF): escrita pelo mestre Erivas.

As recompensas são materiais especiais que você recebe conforme melhora sua categoria de apoio e sendo o financiamento bem sucedido o apoiador os recebe. Eles são:

Thordezine Especial 1
Um PDF em formato de fanzine que expande as opções do livro Thordezilhas Rum e Sangue fornecendo novos elementos para você turbinar suas aventuras. Seus capítulos incluem:

Capitulo 1 Novidades de Akary: apresenta novas especiarias: próteses, itens mágicos, munições e bebidas exóticas;

Capitulo 2: Bares de um Império Hedonista: conheça o exótico “Caneca de Ouro” e o tradicional “Velha Guarda”, dois bares prontos com tramas e ganchos de aventuras para você inserir no seu jogo;

Capítulo 3: Gentalha do Boteco: alguns NPCs prontos para você inserir no jogo para tornar o Jabuti Caolho ainda mais perigoso;

Capitulo 4: Papo de Bebum: saiba o que os frequentadores do boteco estão dizendo por ai, boatos, informações, propostas de aventura e que é preciso para fazer um bêbado falar;

Capitulo 5: Cardápio do Jabuti: um cardápio com as especiarias e bebidas exóticas do Jabuti Caolho.



Mapa de Redonda (físico e/ou PDF)
O mapa da misteriosa ilha de Redonda, uma ilha cheia de mistérios, perigos e tesouros onde o Jabuti Caolho está edificado. A versão física do mapa será em papel Couchê A3, com tons de cinza e grid no verso.


Thordezilhas – O Mapa da Aventura (PDF)
Este livro será utilizado em consonância ao Mapa de Redonda. Permitindo ao Mestre criar uma verdadeira campanha de caça ao tesouro em um estilo muito semelhante ao Hexcrawler. Vejamos seus capítulos: 

Capitulo 1: Desbravar é preciso: aqui será possível escolher aleatoriamente o motivo dos seus personagens estarem desbravado Redonda. Fornecendo ganchos rápidos para você começar sua campanha exploratória; 

Capitulo 2: Caminhos Tortuosos: descubra aleatoriamente os perigos e problemas da sua jornada pelas trilhas de Redonda;

Capítulo 3: Lugares Perigosos: conheça alguns lugares para sua exploração, todos contendo ganchos para o mestre criar novas aventuras;

Capitulo 4: Pesadelo Rochoso: descrição da misteriosa ilhota de Ibicuí;

Capitulo 5: Tesouros Esquecidos: alguns dos tesouros mais desejados de Redonda, cada um deles com ganchos para novas aventuras e localização aleatória; 

Capitulo 6: Os Senhores de um Mundo Selvagem: novos monstros para você utilizar em suas aventuras. Dentre eles, a perigosa Lacrimosa, rainha dos aracnitas;

Capitulo 7: Grids: diversos grids e miniaturas de papel para você imprimir 


Mapa de Buscas (PDF)
Neste livro serão descritos muitos pontos novos da Ilha de Redonda. Você encontra incontáveis ganchos para aventuras explorando a ilha de Redonda, além de novos tesouros, mistérios, perigos, monstros e grids para você imprimir e jogar.