sábado, 20 de abril de 2019

Starfinder - Temas e sugestões: Ícone


Starfinder
Temas e sugestões: Ícone

Voltando à nossa série de postagens sobre temas para Starfinder com sugestões de uso, hoje vamos falar do tema Ícone.

“Graças às transmissões interestelares e viagens na Deriva, a galáxia está menor do que nunca e esta conectividade facilitou sua ascensão ao status de celebridade. Você pode ser um artista famoso ou um célebre cientista mas, de qualquer modo, é reconhecido nos Mundos do Pacto e em sistemas associados. Seu motivo para viajar para mundos desconhecidos pode ser divulgar sua fama ou escapar dos holofotes..” (Starfinder: Livro Básico, página 30)


Ícone Pop
Música, dança, efeitos especiais, etc. Talvez você seja parte de um Blue Man Group galáctico ou seja um Kardashian dos Mundos do Pacto. De qualquer forma, seus dados estão voando das prateleiras diretamente para as mãos de seus fãs leais. Dificilmente você passaria desapercebido por muito em qualquer planeta que tenha algum contato externo.


Cientista Renomado
Você deu saltos nas descobertas de outras espécies e planetas. Você poderia ser um geólogo especializado na terraformação de características planetárias ou um botânico inteligente que tenha catalogado inúmeras amostras de sistemas estelares vizinhos. O importante é que suas descobertas fazem muita diferença, ao ponto de lhe trazer todo o tipo de atenção. Isso também pode colocar um alvo nas costas de um cientistas renomado, transformando-o em um belo prêmio.


Propaganda Política
Você foi o garoto propaganda de uma campanha política para o seu planeta e as pessoas reconhecem você em todo lugar. É como ser o Justin Long dos comerciais da Apple. Você pode estar tentando se livrar dessa identidade passada, ou talvez você a abrace de todo coração. Pode até vir com seu próprio conjunto de vantagens. O principal, para o bem ou para o mal, é que você é reconhecido como parte da ideologia de tal campanha política.


Bilionário
Fazendo parte de uma família histórica, você cresceu no centro das atenções. Você tinha que viver de acordo com o nome da sua família, então os investigadores e os paparazzi examinaram cada movimento seu. Por que você não tem nada dessa riqueza agora... cabe a você decidir. Você estava envolvido em um negócio azedo? Você fez muitas apostas na mesa de dados galácticos? Ou então você ainda tem essa riqueza, mas decidiu vivenciar as aventuras e desventuras de quem não é tão privilegia quanto você. Será que você vai se adaptar?


Atleta
Tendo marcado o gol da vitória na Copa Interplanetária, você trouxe honra, riqueza e fama ao seu planeta natal antes sem importância. Isso acaba por cobrar seu preço de atenção nem sempre desejada. Você pode ter feito uma cidade inteira ou mesmo um planeta de inimigos e nem imagina isso. Você pode não achar justo, mas a fama tem dessas coisas. Uma vida como aventureiro pode lhe trazer perigos extra até mesmo entre possíveis aliados. Ou então a fama como atleta não o satisfaz mais e ele procura novos desafios em um grupo de aventureiros. Será que ele terá sensatez suficiente para ter a vida dos colegas nas mãos?

Fichas Fofinhas de Personagem para D&D 5E

Fichas Fofinhas de Personagem
para D&D 5E


Atrás de um design completamente diferente para suas fichas de D&D 5E? Vi essa sugestão numa postagem da Nina Bichara pelo RPG Notícias na Medium. Ela apresentou o trabalho da talentosa Eli Storm. Ela customizou a ficha de personagem de D&D 5E no que ela chama de Cute Character Sheet (algo como Ficha Fofa de Personagem). E é realmente muito fofa. Ela disponibilizou em duas cores – rosa e preto - tamtom como imagem quanto pdf e uma versão pdf editável! Realmente sensacional. Visite a página da artista (AQUI), baixe as fichas e divirta-se!



Twitter de Eli Storm – AQUI

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Astral Table Top é nova plataforma para jogos de RPG online

Astral Table Top é nova plataforma
para jogos de RPG online


Nova ferramenta chegando para ajudar em nossos jogos de RPG. Trata-se de Astral Table Top, que em parceria com a DriveThruRPG, disponibiliza uma ferramenta para jogos online. Ainda não o analisei por muito tempo, mas ele parece ser simples de usar. Ele é modular e pode ser usado em qualquer dispositivo – computador, celular e tablet. Mapas podem ser feitos em alguns minutos. Temos efeito de luminosidade, alcance de visão, elevação e muito mais. Além disso, você pode ter acesso á sua biblioteca própria de suplementos e disponibilizar com seus jogadores. E tudo gratuito!! Confiram lá e tragam seu feedback!





quinta-feira, 18 de abril de 2019

Encontro Icônico de Pathfinder 2.0 - Merisiel


Pathfinder 2.0 – Conto de Merisiel

Estamos em nosso sétimo encontro icônico da Paizo para Pathfinder 2.0. Já tivemos a bárbara Amiri, o mago Ezren, o ranger anão Harsk, a clérica Kyra, o bardo halfing Lem. Agora chegou a vez da ladina Merisiel. Aproveitem a leitura contem os dias para o lançamento no Brasil pela New Order!

o  O  o

Acabando com a festa

Merisiel ouvira o suficiente. Os alvos, os horários, os nomes dos agentes - ela tinha tudo de que precisava para frustrar o plano deles.

Abaixo, os vampiros estavam em volta da mesa do mapa, discutindo sobre detalhes. Merisiel ansiava por colocar facas em todas as suas costas, mas mesmo com o elemento surpresa, ela sabia que a única pessoa que provavelmente mataria com tal ataque seria ela mesma. Além disso, não estava no plano.

Infelizmente, o que veio a seguir também não estava no plano. Ela chegou bem antes dos vampiros e escolheu o esconderijo perfeito na varanda superior da catedral subterrânea. Tinha sido um belo trabalho de infiltração, se ela mesma dissesse isso. No entanto, como ela poderia saber que a primeira ordem de trabalho dos vampiros-chefes seria fazer com que seus subordinados mudassem a mesa do mapa de sua posição original para um novo local bloqueando diretamente a saída de Merisiel? Quem orquestra um golpe e depois desperdiça um valioso tempo de conspiração para reorganizar a mobília?

Independentemente disso, Merisiel teria que ser criativa. Dada a capacidade dos vampiros de ver no escuro, as sombras não ajudariam muito. E de suas novas posições ao redor da mesa, não importava o caminho pelo qual ela tentasse passar por elas, pelo menos um inevitavelmente a veria muito antes de chegar à porta.

Seu olhar subiu, observando o teto abobadado.

Talvez...

Sem mais deliberação, ela se esgueirou até a parede e começou a subir.

Era um grande risco - mas, então, que parte dessa travessura não era? E para todos os sentidos sobrenaturais dos vampiros, eles ainda eram como humanos, o que significava que eles mantinham uma mentalidade humana. E os humanos raramente olhavam sem razão. Silenciosa como um fantasma, Merisiel atravessou o teto, atravessando antigos afrescos de governantes há muito tempo transformados em pó nas criptas abaixo.

Ela estava quase na porta quando o rosto com o cabelo despenteado fez um comentário impertinente, ganhando um tapa do líder. O tapa bateu a cabeça do vampiro para trás, inclinando-o no ângulo errado. Seus olhos encontraram os de Merisiel e se arregalaram.

Deixou-se cair pelos três metros ao chão, rolando para distribuir o impulso o melhor que podia e correu para a porta.

Eles eram quase rápidos demais para ela. Um punhado de facas arremessadas para trás diminuiu o suficiente para dar-lhe uma vantagem, mas ela sabia que só lhe daria tempo - assim que percebessem que não eram de prata, perderiam o pouco de cautela que tinham.

Ela correu por corredores de pedra mofados, a matilha latindo como cães em seus calcanhares. O pelotão de crias que vigiava a entrada principal apareceu no túnel à frente, e Merisiel se esquivou para a esquerda em uma esquina, mal tocando as escadas embaixo dela enquanto corria para baixo, mais fundo nas criptas.

Atrás dela, alguém gritou sobre os esgotos, percebendo como ela deve ter passado por eles pela primeira vez. Ela se inclinou em outro canto e em um beco sem saída. Meia dúzia de sarcófagos jazia em nichos ao redor do mausoléu circular, as paredes sem janelas cobertas de orações farfetônicas ornamentadas.

Ela girou bem a tempo de ver vampiros preencherem a única entrada. Reconhecendo sua situação, eles sorriram e tomaram o tempo para se formar, avançando lentamente para saborear o drama. Olhos predatórios brilhavam com a luz refletida da tocha solitária.

“Então, uma espiã.” O dândi com o chapéu estúpido zombou, mostrando uma única presa comprida. “Talvez nem todo mundo no tribunal seja tão desavisado quanto presumimos. Pena que eles nunca ouvirão seu relatório.”

“Oh, eu não me preocuparia com isso”, respondeu Merisiel. “Eles já conhecem todos os seus planos.”

“O que?” Não era realmente possível que alguém empalidecesse, mas ele fez um valente esforço.

“Sim, veja, eu entrei ontem enquanto vocês estavam tirando suas sonecas de caixão e copiei seus documentos.” Merisiel fez uma careta. “Honestamente, eu sei que você está um pouco atrasado, por estar morto e tudo, mas você realmente precisa investir em algumas fechaduras melhores. Quero dizer, armadilhas com agulha de veneno? Quantos anos acha que eu tenho - doze?”

“Ela está blefando.” A líder abriu caminho até a frente e agarrou Merisiel pelo colarinho de couro de sua armadura. Ela puxou a elfa para perto, o rosto perfeito se contorcendo em um sorriso cruel. “Se você tivesse feito o que você diz, por que você arriscaria estar aqui agora?”

Merisiel não fez nenhum movimento para resistir, apenas combinou aquele sorriso com o seu próprio.

“A coisa é”, ela disse, “pareceu uma pena desperdiçar a oportunidade. Com todos vocês juntos em um só lugar.”

O som da pedra de moagem ecoou de todas as direções quando as tampas deslizaram dos sarcófagos. Kyra e os outros sacerdotes se levantaram de seus esconderijos, símbolos sagrados já estendidos.

Merisiel fechou os olhos quando a chama da luz sagrada tomou conta dela.

- Mark Moreland



Uma aventura épica para 5E inspirada na Grécia antiga


Uma aventura épica para 5E
inspirada na Grécia antiga

No início dos tempos, uma guerra entre os deuses e os Titãs deixou o mundo de Thylea mudado para sempre. Milhares de anos depois, os primeiros mortais chegaram, carregados por navios e dragões. Os Dragonlords foram os campeões que derrubaram os Titãs há 500 anos e forjaram o Juramento de Paz. Mas o poder do Juramento diminuiu, e agora os Titãs buscam vingança. Você é um dos heróis chamados pela profecia para acabar com o conflito de uma vez por todas. Poetas cantarão suas ações por séculos... se você sobreviver

Que tal realizar sua aventura de D&D 5E em um cenário épico inspirado na mitologia grega? Está em financiamento coletivo pelo Kickstarter Odyssey of the Dragonlords, criação de Jesse Sky e James Ohlen (ex-designers da Bioware, onde criaram Dragon Age: origins e Bladur’s Gate I e II, que agora encabeçam a Arcanun Worlds) em parceria com a Modiphius Entertainment.


O livro conterá 280 páginas com tudo o que você precisa para criar seus heróis dentro do cenário proposto usando regras oficiais da 5E. Os personagens se unirão como os heróis profetizados para empreender uma jornada épica para salvar o mundo de Thylea, navegando pelas ilhas do Mar Esquecido e lutando contra os Titãs em uma aventura para grupos de 1º ao 10º nível. O livro inclui seis caminhos épicos para os jogadores escolherem. Esses caminhos épicos fornecem motivações poderosas para os personagens, fazendo deles uma parte central da história.

O mundo da Thylea inclui uma visão geral da história, facções, reinos e leis do continente esquecido e informações sobre o panteão, titãs e os lendários Dragonlords. Inclui um bestiário de mais de 15 novos monstros inspirados na mitologia grega, com folclore, estatísticas e ilustrações de página inteira. Também inclui mais de 20 novos itens mágicos inspirados na mitologia grega. Encontre-os espalhados pela aventura ou crie-os usando o lendário Mithral Forge!



O jogo pretende-se uma aventura ‘épico’ por três motivos apresentados por seus idealizadores. O Escopo Épico é a evolução dos personagens de meros aventureiros em à famosos heróis que rivalizariam com os grandes nomes da mitologia. A Narrativa Épica, que combina um forte design narrativo com um mundo aberto. A aventura apresenta um punhado de momentos críticos da história em que os jogadores encontrarão personagens importantes, enfrentarão vilões e farão grandes escolhas. Mas durante a maior parte da aventura, eles estarão livres para explorar, com objetivos claros. E Heróis épicos, onde os jogadores nesta aventura se transformarão em algo mais do que apenas um grupo de intrépidos aventureiros. Eles serão heróis na mesma linha que Ulisses e Aquiles, chamados pelo Destino porque estão destinados à grandeza. E não só isso. Com este volume em mãos você poderá criar todo um novo mundo para suas campanhas.



As editoras disponibilizaram grátis um livreto lindamente ilustrado de 32 páginas com um guia para jogadores terem uma idéia do que se trata Odyssey of the Dragonlords (AQUI). Também está disponibilizado um conto – Dragonlord’s Wager - escrito por Drew Karpyshyn com uma história que se passa 550 anos antes dos eventos do livro, ainda durante a primeira guerra entre mortais e titãs. (AQUI).

Mesmo sem data de entrega estabelecida o financiamento já atingiu mais de U$ 100 mil dólares (o pedido inicial era de U$ 50 mil) ainda restando 27 dias para término!



Muitas novidades para Starfinder e Pathfinder Society em abril


Muitas novidades para Starfinder
e Pathfinder Society em abril

Os novos cenários para a nova fase de Starfinder Society estão batendo à nossa porta, depois de uma temporada inaugural de sucesso. Mas ainda temos que encerrar o primeiro arco e abril nos trouxe os dois capítulos finais: um novo cenário Tier 1-4 seguindo uma aventura passada (repetível) e um cenário Tier 5-8 que leva à conclusão de um esforço contínuo de uma facção.

Segundo John Compton, Organized Play Leader Developer, “O sucesso da Starfinder Society deriva, em grande parte, da facilidade com que o cenário se desdobra em toques modernos como reality shows, malabarismo empresarial, bandas de rock e preservação da natureza. Esses temas, juntamente com os clássicos sci-fi tropes de explorar novos mundos, conhecer extraterrestres e fazer sons de tiro com a boca durante o combate de nave espacial, nos trouxeram uma riqueza de histórias nos últimos dois anos. No entanto, há pelo menos um conceito de aventura que a Pathfinder Society domina e que está menos representado no Starfinder: a masmorra. Para a aventura Tier 1-4 Cenário nº 1-36 da Starfinder Society: Enter The Ashen Asteroid, queríamos a oportunidade de explorar um pequeno local com grandes implicações, proporcionando uma pausa divertida do enredo em andamento da Scoured Stars para explorar os Mundos do Pacto.


O trabalho coube à Larry Wilhelm. Ele criou uma estrutura escondida e abandonada em um asteróide, descoberta por um consórcio de mineração anã – a Ulrikka Clanholdinds – no asteróide AA-126D. E esse complexo guardava uma imagem de ninguém menos que Droskar, o deus exilado da trapaça e escravidão. O Starfinder Society foi contato para uma curta janela de pesquisa antes de tudo ser destruído pela mineradora

Já o segundo cenário de Abril, Starfinder Society # 1-37: Siege of Civility [Tier 5-8], é uma sequela parcial de outro cenário relacionado ao cerco. Criado por Kalervo Oikarinen, esse cenário nos introduz a uma nova civilização dentro do espaço Próximo, com a qual os jogadores podem ter se envolvido no passado. Este cenário oferece aos jogadores uma chance de influenciar uma série de novos NPCs e pelo menos encontrar um rosto familiar (e não necessariamente amigável)! Isso completará esse primeiro arco de Starfinder Society.

E quanto ao Pathfinder Society? Temos novidades também!

Estamos nos aproximando do nosso último mês de cenários regulares, pelo menos no que diz respeito à produção. Os cenários de maio têm que estar prontos mais cedo para os mestres da PaizoCon, em Junho Os Starfinder Society Scenarios têm um lançamento antecipado no Origins, todas as aventuras de julho devem estar prontas para a Gen Con. Bom, mas vamos ver o que abril nos reserva.

Depois de um longo hiato, estamos mergulhando de volta no Plano das Sombras e pegando fios soltos ligados à Aliança Onyx, à família Blakros, ao Museu Blakros e muito mais no Pathfinder Soceity Scenario # 10-18: The Daughter’s Due [Tier 5-9]. Quando agentes da sinistra Onyx Alliance começam a aparecer com equipamentos contrabandeados do Museu de Blakros, cabe à Pathfinder Society descobrir não apenas como os vilões executaram a ação, mas que vilania pretendem cometer com essas armas mortais. Essa aventura é a primeira edição de um conto de Blakros que o autor e desenvolvedor da Starfinder Society Thurston Hillman está trabalhando desde 2012.  Para conhecer um pouco mais sobre o plano das sombas, leia Pathfinder Campaign Setting: Distant Realms.

No Pathfinder Society Scenario # 10-19: Corpses in Kalsgard [Tier 5-9], uma aventura escrita por Alex Riggs, os personagens são chamados para Lands of the Linnorm Kings. O poderoso rei Linnorm SveinnBlood-Eagle declarou que seu longo mandato como rei de Kalsgard acabou e que ele planeja navegar pelo lendário Vallenhall, mas nem tudo está certo em seu reino. Sem herdeiro direto ao trono de Sveinn, suas crianças indignas e as brigas de seus seguidores nas ruas, tem deixado os guardas da cidade com pouco tempo de sobra. Os gnomos de Kalsgard descobrem que alguns de seus vizinhos estão morrendo de uma estranha doença. Uma gnomo e sacerdotisa de Nivi Rhombodazzle chamada Kalsgard, membro do Society, está certa de que algo menos natural e muito mais sinistro está em andamento, mas ela precisa da ajuda de seus de sociedade para traçar a verdadeira fonte da praga mortal e acabar com isso. 


Vistam suas melhores roupas de aventura, limpem suas armas e organizem suas mochilas. Temos muitas aventuras pela frente. Todas as quatro aventuras do Society, Pathfinder e Starfinder, serão lançadas em 24 de abril!


quarta-feira, 17 de abril de 2019

Criaturas para Starfinder: Goose, o gato de Capitã Marvel

Criatura para Strafinder
Goose, o gato de Capitã Marvel


Semana passada o amigo Calvin Semião, meu colega de moderação no grupo de Pathfinder e Starfinder (dentre muitos outros) apresentou um link com essa belezinha – uma adaptação do carismático gatinho Goose (que na verdade é um fleken), personagem da Marvel e que aparece no filme da Capitã Marvel, adaptado para Starfinder. Era óbvio que eu traria ele traduzido para todos os jogadores daqui (e que nem sempre dominam inglês) possa aproveitá-lo em suas mesas.

Goose
ND 3  -   XP 800
N - Pequena aberração 
Init +2; Sentidos  visão no escuro 18m, visão na penumbra; Percepção +8

DEFESA
PV 40 
CAE 14; CAC 16 
Fort +5, Ref +5, Vontade +4 

OFENSA 
Velocidade  9m 
Corpo a corpo Tentáculos +11 (1d6 + 5 Cc mais engolir)
Espaço 15 a 60cm; Alcance  0m (3m com tentáculo)
Habilidades ofensivas Engolir Inteiro (1d4 + 3 A, CAE 14, CAC 12, 10
PV) 

ESTATÍSTICAS
For +2, Des 2, Con +4, Int -2, Sab +0, Car +1 
Perícias Acrobacia +13, Atletismo 8 
Idiomas: -
Outras habilidades Bolsão Dimensional

ECOLOGIA
Ambiente qualquer 
Organização solitários 

Habilidades especiais
Bolsão Dimensional (Ex) O sistema digestivo de Goose leva a uma dimensão de bolso que lhe permite consumir muito mais do que uma criatura de seu tamanho normalmente seria capaz de fazer. Goose pode usar sua habilidade de engolir toda criatura grande ou menor. Além disso, ela tem espaço para qualquer número de criaturas ao usar a habilidade Engolir Inteiro. Criaturas que tentam sair ganham uma penalidade de -4 em seus testes para tentar fazê-lo. Goose também pode usar esse bolsão dimensional para armazenar com segurança itens de volume 1 ou menos como uma ação de movimento. Ele pode expulsar um item que tenha armazenado dessa maneira como uma ação padrão.


Ganso é uma criatura conhecida como flerken. Flerkens se assemelham aos gatos da Terra, exceto por algumas características notáveis. Flerkens são criaturas altamente resistente, capazes de resistir às enormes forças G experimentadas durante o vôo espacial. Além disso, o arranhão de um flerken é altamente perigoso e é propenso a infecções graves se não for tratado. Finalmente, tem toda uma boca gigante cheia de tentáculos se contorcendo. A boca de um flerken pode se abrir à um tamanho incomum, liberando várias bocas e tentáculos adicionais para ajudar o flerken a consumir uma criatura. Flerkens tem um bolsão dimensional dentro deles, permitindo-lhes comer todos os tipos de criatura com facilidade. Seus impressionantes sistemas digestivos permitem que eles consumam criaturas e objetos normalmente considerados perigosos ou não comestíveis e que não sofram consequências negativas disso. Goose, em particular, é um bom juiz de caráter e vai ser manso com aqueles que ela acha amigáveis. E ele tolera atenção física, mas em demasia pode levá-la a atacar, então esteja avisado!


[Artigo originalmente postado por Luiz Loza, no Know Direction]


terça-feira, 16 de abril de 2019

Witchwarper: nova classe para Starfinder


Witchwarper
Nova classe para Starfinder
Talles Magalhães

Como todos que acompanham a Confraria e os lançamentos de Starfinder que divulgamos devem saber, a Paizo lançou em dezembro um playtest gratuito de 3 novas classes. Elas poderiam ser baixadas de graça e testadas pelos fãs e o feedback seria usado para um novo lançamento. Esse lançamento foi anunciado. Em novembro será lançado o Starfinder OperationCharacter Manual, contendo além dessas três novas classes (Biohacker, Vanguard e Witchwarper), mais temas, mais arquétipos e muito material útil. Por enquanto ainda temos apenas as três classes de teste para brincarmos em nossas mesas. Mesmo não sabendo o que foi aproveitado, descartado ou modificado delas, ainda assim podemos usá-las enquanto o novo suplemento não é lançado.

Hoje trazemos mais um classe traduzida para que todos possam se divertir e testar. O trabalho foi do Talles Magalhães que gentilmente firmou parceria com a Confraria para divulgar o material que ele traduziu. Espero que divirtam-se!


WITCHWARPER
Pontos de Estamina 5 + modificador de Constituição – 5 PV

A maioria acredita que a realidade é limitada ao ambiente físico - as torres de metal de uma megacidade e as telas iluminadas por neon, ou as selvas fumegantes de um mundo alienígena e os oceanos ácidos -, mas você é muito mais sábio. Você sabe que tudo ao seu redor é apenas um único véu coberto pela infinita tapeçaria da existência. Sua realidade é um palimpsesto de todos os mundos possíveis, e todas as existências alternativas estão à sua disposição para que você possa dobrá-las a sua vontade.

Você pode perscrutar essas realidades e usar sua magia e força de personalidade para puxá-las conforme achar melhor, afetando o mundo ao seu redor para beneficiar você e seus aliados. Você pode manipular a terra abaixo e o céu acima, impor adversidades impossíveis sobre seus inimigos e, em geral, dobrar a natureza da realidade para se adequar aos seus caprichos e desejos.

Atributo Chave
Seu valor de Carisma determina seu atributo de conjuração, a CD para resistir as suas magias, e o número de magias bônus que você pode conjurar por dia; então Carisma é seu atributo chave. Além disso, uma alta Destreza auxilia a disparar suas armas de fogo com maior eficiência e esquivar de alguns ataques.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Cenários para RPG de puro papelão

Cenários para RPG
de puro papelão


À cada dia novas e novas ideias surgem para enriquecer nossas sessões de RPG. Algumas são mais caras e elaboradas como os módulos para cenário da Dwarven Forge, mas outras são bem boladas e simples. Esse é o caso da Cardboard DM, de Seattle (EUA). Suas peças para cenário são criadas a partir de simples papelão (sim aquele papelão que podemos encontrar em qualquer lugar), criatividade, capricho e inspiração. Pelo que tenho acompanhado nesses últimos meses ele usa materiais simples – cola, tesoura, lápis de cor, canetas hidrográficas, cola quente e o que mais ele tiver por perto. O fato de deixar a maioria das peças em sua cor natural dá um charme ainda maior para as peças. É realmente surpreendente!



Pasión de las Pasiones - RPG sobre novelas latino-americanas, mas que requer cuidados

Pasión de las Pasiones
RPG sobre novelas latino-americanas,
mas que requer cuidados


Vamos concordar que podemos adaptar qualquer coisa para RPG. De um mundo distópico repleto de aliens à um ambiente de fantasia medieval, de um mundo repleto de super-heróis com suas capas até um mundo repleto de zumbis. Por isso não me surpreendi quando descobri Pasión de las Pasiones. Ele foi lançado em 2017 pela Magpie Games e criado por Brandon Leon-Gambetta. Como o próprio autor descreve logo nos agradecimentos, o jogo surgiu em um comentário despretensioso durante um episódio do seriado Jane the Virgin. De lá para cá ele foi tomando forma.

Por um lado uma ideia interessante e divertida que pode proporcionar uma experiência diferente para o grupo de jogadores. Por outro um limite de abordagem quanto aos seus arquétipos que podem, principalmente nos tempo atuais, ser mal utilizados sem o devido cuidado e maturidade. Vamos abordar ambos os aspectos.

Podemos começar dizendo que Pasión de las Pasiones é um hack para Powered by the Apocalipse, ou seja, se vale de sua mecânica para introduzir um tipo de jogo e cenário específicos, que neste caso é de uma novela latino-americana.

Drama, intrigas, mentiras e traição. As histórias de telenovelas mergulham o espectador profundamente nestas águas agitadas enquanto deslumbram com glamour e brilho. São histórias de amor, de luxúria, de ódio, de vingança. Histórias complicadas, tecidas com personagens eternamente à beira da felicidade ou do esquecimento, dando tudo para milhões de observadores ávidos pelo próximo mistério. Essas histórias capturam a imaginação dos espectadores e os mantêm conversando até a próxima noite em que podem voltar a mergulhar. Eles podem ser uma força para a mudança social ou simplesmente uma boa diversão dramática.”

domingo, 14 de abril de 2019

Arquétipos para Mutantes e Malfeitores 2ª ed: Psiônico


Arquétipos para Mutantes e Malfeitores 2ªed
Psiônico

"Estou pensando que isso vai ser doloroso para você."

Prova viva do ditado "mente sobre a matéria", o Psiônico exerce incríveis poderes mentais e é capaz de ler mentes, comunicar-se por grandes distâncias, mover carros ou agarrar oponentes com pouco mais do que um pensamento e criar um campo de força capaz de deter um canhão

Descrição
Fisicamente não imponente, o Psiônico está entre os mais despretensiosos de todos os heróis e, a menos que exiba abertamente os poderes ou use um traje heroico, geralmente não é reconhecido como sendo alguém extraordinário. Isso muitas vezes leva os oponentes a subestimarem ou até mesmo ignorarem o herói, pelo menos até que os verdadeiros poderes do herói sejam revelados (e mesmo assim os oponentes podem levar algum tempo para descobrir o que está acontecendo). Isto é, obviamente, uma coisa boa no que diz respeito ao Psiônico, já que o herói definitivamente não é construído para competir com os oponentes.

Por causa dos poderes mentais do herói, muitas pessoas, incluindo outros heróis, sentem-se pouco à vontade na presença do Psiônico; todo mundo tem esqueletos no armário e mesmo que o Psiônico não possa fazer contato mental sem que o alvo perceba, nunca se pode ter certeza. Como resultado, o Psiônico está frequentemente à margem da interação social, uma situação que pode ou não se adequar ao herói.

Apesar dos notáveis ​​poderes do Psiônico, o herói é frequentemente visto como um herói “menor” pelo público; as pessoas e os meios de comunicação preferem heróis fisicamente impressionantes (por exemplo o Titânico) por mais que bajulem atletas e celebridades do que cientistas e acadêmicos. Isso inevitavelmente gera algum nível de ressentimento dentro do Psiônico, o que, se ficar ruim o suficiente, pode levar o Psiônico a procurar oportunidades de provar que o herói é igual, se não superior, a esses tipos de heróis; tal situação é obviamente prejudicial para uma equipe e pode ser perigosa.

New Order lançará Makkuro, conjunto de aventuras para Kuro

New Order lançará Makkuro
Conjunto de aventuras de Kuro


Ótima notícia neste domingo para os rpgistas! A editora New Order anunciou que lançará no Brasil Makkura, suplemento para o RPG de horror japonês Kuro, lançado pela Cubicle 7.

Para quem não sabe do que estou falando Kuro foi um RPG lançado pela editora britânica Cubicle 7 em 2012 e lançado no Brasil pela editora New Order. O jogo em si é amplamente reconhecido por ter uma mecânica bem balanceada para levar os jogadores à um cenário cibernético noir e mesclado com o sobrenatural. O jogo em si permite que você possa preferir uma pegada mais ciberpunk ou mais sobrenatural, e pender para esses extremos é perfeitamente possível sem diminuir em nada a diversão.

Dentro deste cenário e mecânica é que Makkura foi lançado – o primeiro suplemento em forma de campanha de aventuras lançado para Kuro. Aqui os personagens desconhecem o elemento sobrenatural, e sua ameaça, até já estarem complemente dentro do problema.


“Eles mentiram para nós. 

Eles disseram que tudo terminaria em algumas semanas: o bloqueio, a escassez de alimentos, os cortes de energia. 

Já faz mais de seis meses. 

Eles disseram que tudo ficaria bem, mas eu só posso ver as coisas piorando, e há algo lá fora na escuridão. Está ficando mais difícil negar e ainda mais difícil de ignorar. 

Eu não sei o que fazer. Não há para onde correr, nenhum lugar para se esconder. As sombras estão famintas e eu posso vê-las em todo lugar. Eles sussurram que eu sou um Potencial, que eu tenho o poder de fazer as coisas certas. Mas tudo que sei é que, quando olho para a escuridão, alguma coisa no fundo está olhando para trás.”

Em suas seis aventuras os personagens serão testados física e mentalmente. As aventuras de Makkuro, em suas 131 páginas, ocorrem logo após a aventura "Origami" que está no livro básico de Kuro. Isso torna o lançamento de Makkuro interessante, pois quem ainda não começou a jogar Kuro poderá, de uma vez só, realizar toda a linha de aventuras, a começar por Makkuro, e casando perfeitamente um no outro. Por que isso é interessante? Ao final da aventura Origami os jogadores terão uma lista de 28 ‘Potenciais’ (com os nomes dos próprios personagens/jogadores), e justamente essa lista será usada já na primeira aventura de Makkuro.

A estrutura de Makkuro é tal qual seis episódios de um seriado. Lembro que a primeira vez que o li tive essa vívida impressão, possibilitando que possam ser tratados assim para uma melhor compreensão por parte dos jogadores. Sempre em crescente tensão, sempre à caminho de um clímax, para o bem ou para o mau.

Makkuro trás quatro novas especializações – Investigation, Natural Science, Watrecraft e Mechanics – que podem ser utilizadas, mas que não são essenciais aos jogadores. Cada aventura tem cerca de vinte páginas com tudo o que o mestre precisará para levar adiante a campanha.

Vamos dar uma olhada nas aventuras:

Fugu
Os jogadores percebem que um serial killer está usando a lista de Potenciais (lista obtida na aventura Origami) para encontrar alvos. Esses assassinatos ocorrem no distrito de Kaijin.

Mizuiro
Estudantes estão desaparecidos, um cometeu suicídio e um ritual popular em que as histórias de fantasmas são trocadas pode estar envolvido. Além disso, os desaparecidos estão todos na lista de ‘Potenciais’.

Kujira
Uma baleia invade a praia de Shin-Edo e seu crânio é estranhamente gravado com caracteres estranhos.

Yukidomari
Levados para uma aldeia remota, os personagens encontram um lugar amaldiçoado, repleto de acontecimentos estranhos e pessoas desaparecendo.

Tsukurigoto
Sete agentes do escuro aparecem para caçar o Shi-Tenno e as chaves que eles guardam. Já que os jogadores ajudaram a escondê-los, eles serão pegos em meio à caçada.

Kami
Os espíritos do trovão devem ser parados antes de abrirem os portões para Yomi.


A consequência direta dessa campanha é que os personagens agora estão acordados para o que realmente acontece e suas próximas aventuras serão encaradas com outros olhos por eles.

O livro é sim tem uma estruturação admirável focada em ajudar o mestre e dinamizar sua mesa. Pensando na aventura, pode-se perceber um cuidado para dar sentido à cada elemento utilizado. Até mesmo os eventos pós-capítulo (eventos de menor importância entre cada aventura que podem ser utilizados ou não) possuem sentido seja direto, seja de clima. Ao final temos um providencial glossário com termos úteis para a emulação do cenário e a lista de Potenciais. Um preciosismo ímpar.

Tendo tudo isso em mãos a maior preocupação está apenas em que o grupo tenha interesse e cumplicidade suficiente para dar razão e sentido para suas ações em jogo, ações essas que devem vir carregadas de descrença no não material, para que aos poucos despertem diante do horror.

Este mais um tiro certeiro da New Order. Ainda não temos datas.