terça-feira, 7 de agosto de 2018

Os Vencedores do Ennies Awards 2018



Os vencedores do Ennies Awards 2018

No último final de semana tivemos a GenCon 2018, e como em todo ano tivemos a eleição dos vencedores do Ennies Awards. Nesta edição tivemos uma mudança já esperada. A fragmentação de editoras vencedoras foi notória.

Editoras de peso como Wizard of the Coast e Paizo tiveram que se contentar com apenas um prêmio cada uma: medalha de ouro para a WotC na categoria Escolha do Fã e medalha de prata para a Paizo na categoria Melhor Cartografia pelo suplemento Pacto World. O sumiço dessas duas grandes papa-prêmios tanto da concorrência nas várias categorias, quanto da vitória naquelas que concorriam, se deve principalmente à um ano com um menor fluxo de lançamentos - muito embora a Paizo concorresse com seu último grande lançamento: Starfinder.

Com isso temos uma fragmentação de premiações para editoras que fogem desse eixo. Mas nem podemos dizer que isso é um fenômeno diretamente ligado apenas à falta de lançamentos desses dois gigantes. Nos últimos anos temos presenciado uma grande atividade de editoras anteriormente percebidas como ‘pequenas’, mas que têm garantido um importante lugar no mapa do mercado de RPG. O público tem procurado coisas novas, ideias novas, mecânicas novas... novidades de todos os tipos! Em 2017 as grandes vencedoras foram a Chaosium Inc e a Free League Publishing. Neste ano o destaque ficou com a Chaosium Inc e com Arc Dream Publishing, e mesmo assim com muitas outras editoras misturando-se entre medalhas de ouro e prata.

Melhor Aventura
GOLD: The Dark of Hot Springs Island (Swordfish Islands)
SILVER: Delta Green: A Night at theOpera (Arc Dream Publishing)

Melhor Acessório
GOLD: Hex Kit (Cone of Negative Energy)
SILVER: Conan GM Screen (Modiphius Entertainment)

Melhor Arte, Capa
GOLD: Harlem Unbound (Darker Hue Studios)
SILVER: Critical Role: Tal’DoreiCampaign Setting (Green Ronin)

Melhor Arte/Interior
GOLD: City of Mist (Son of Oak Game Studio)
SILVER: Frostbitten & Mutilated (Lamentations of the Flame Princess)

Melhor Blog

Melhor Cartografia
GOLD: The Midderlands – An OSR Setting & Bestiary (MonkeyBlood Design & Publishing)
SILVER: Starfinder Pact Worlds (Paizo Inc.)

Melhor Livro Eletrônico
GOLD: Delta Green: A Night at the Opera (Arc Dream Publishing)
SILVER: Scenario from Ontario (Kiel Chenier & Zzarchov Kowolski)

Melhor Família de Produtos
GOLD: Khan of Khans (Chaosium Inc.)
SILVER: Heavy Metal Thunder Mouse (Shoreless Skies Publishing)

Melhor Produto Grátis

Mellhor Jogo Grátis
GOLD: High Plains Samurai: Legends (Broken Ruler Games)
SILVER: Saga of the Goblin Horde (Zadmar Games)

Melhor Jogo
GOLD: Zweihänder Grim & Perilous RPG (Grim & Perilous Studios)
SILVER: Delta Green: The RPG (Arc Dream Publishing)

Melhor Produto/Miniatura
GOLD: Star Trek Adventures Miniatures: The Next Generation (Modiphius Entertainment)
SILVER: Double-Sided Dry-Erase Tiles (Gaming Paper)

Melhor Monstro/Adversário
GOLD: Frostbitten and Mutilated (Lamentations of the Flame Princess)
SILVER: Down Darker Trails (Chaosium Inc.)

Melhor jogo Organizado
GOLD: Lost Tales of Myth Drannor (D&D Adventurers League)
SILVER: End of the Line (Michael Maenza)

Melhor Podcast

Melhor Valor de Produção
GOLD: Delta Green: The RPG (Arc Dream Publishing)
SILVER: Star Trek Adventures:Collectors Edition Core Rulebook (Modiphius Entertainment)

Melhor Produto Relacionado à RPG
GOLD: Khan of Khans (Chaosium Inc.)
SILVER: Dresden Files CooperativeCard Game (Evil Hat Productions)

Melhor Regra
GOLD: Delta Green: The RPG (Arc Dream Publishing)
SILVER: Star Trek Adventures: CoreRulebook (Modiphius Entertainment)

Melhor Cenário
GOLD: Harlem Unbound (Darker Hue Studios)
SILVER: Frostbitten and Mutilated (Lamentations of the Flame Princess)

Melhor Suplemento
GOLD: Reign of Terror (Chaosium)
SILVER: Shadowrun Dark Terrors (Catalyst Game Labs)


Melhor Escritor
GOLD: Harlem Unbound (Darker Hue Studios)
SILVER: Frostbitten and Mutilated (Lamentations of the Flame Princess)

Produto do Ano
GOLD: Zweihänder Grim & Perilous RPG (Grim & Perilous Studios)
SILVER: Delta Green: The RPG (Arc Dream Publishing)

Escolha do Fã/Melhor Lançamento
GOLD: Wizards of the Coast
SILVER: Chaosium Inc.

Judges’ Spotlight Award
Fever Swamp (Melsonian Arts Council)
Operation Unfathomable (Hydra Cooperative)
FAITH – The Sci-Fi RPG 2.0 (Burning Games)
Winterhorn (Bully Pulpit Games)
Pip System Corebook (Third Eye Game

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Mutantes e Malfeitores - Arquétipos para 2ªed - Arma Viva



Mutantes e Malfeitores – Arquétipos para 2ªed
Arma Viva
João Eugênio C. Brasil
Thiago Miani

“É melhor você se curar mais rápido do que eu!”

Projetado para ser o lutador supremo, a Arma Viva foi modificada através de aprimoramentos genéticos e tecnológicos para se tornar uma máquina de matar. A Arma Viva pode ter se voluntariado para a transformação (isto é, fora do patriotismo, como parte do tratamento de alguma forma de lesão ou doenças, um desejo de vingança, ou mesmo ganância) ou submetido a isso sem escolha (isto é, prisioneiro, experiência ilegal, etc).


Descrição
Apesar de possuir um físico notável, a Arma Viva não é fisicamente imponente. Isto, é claro, por design; modificar um indivíduo para não se destacar das pessoas comuns permite que a Arma Viva se misture com uma multidão e faça com que os adversários subestimem o herói. Como parte do processo de modificação da Arma Viva, o herói inevitavelmente passou por um extenso condicionamento mental destinado a transformar a Arma Viva em uma ferramenta obediente de seu(s) criador(es). Apesar de que muitas Armas Vivas quebrem o condicionamento bem o suficiente para ser um indivíduo independente, o herói geralmente sofre efeitos prolongados desse controle.

A Arma Viva é um ser de temperamento solitário. Isso não quer dizer que a Arma Viva não pode funcionar como parte de uma equipe, especialmente quando é para um bem comum, mas, mais cedo ou mais tarde, o herói precisa de tempo para se afastar dos outros. Enquanto parte disso de precisar estar sozinho, sem dúvida, decorre da personalidade do herói, uma grande parte dela é um resultado direto da quebra do condicionamento do herói; Tendo escapado das pessoas que tentaram controlar o herói, a Arma Viva preza a liberdade pessoal acima de tudo. Sem surpresa, o herói tem dificuldade em lidar com a autoridade.

Em combate, a Arma Viva é exatamente o que o herói foi projetado para ser: uma máquina de matar incontrolável saltando para o meio da ação e devastando os oponentes; embora condicionada a matar, a Arma Viva pode recusar para provar que é o herói, e não o condicionamento, está no controle.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

É agosto! Mês do RPGaDay!



É agosto! Mês do RPGaDay!
- uma pergunta por dia sobre RPG -

Hoje é agosto e isso significa o quê? RPGaDay! Esse movimento tem acontecido desde 2014 com uma grande e democrática adesão dos rpgistas mundo à fora. O RPGaDay é um movimento que elege 31 perguntas – uma para cada dia do mês – para serem respondidas dia a dia cuja a temática gira em torno do RPG e de sua prática, seja jogando ou criando. A iniciativa foi criada pelo site Autocratik, inspirado por uma iniciativa da editora The Borough Press que em junho de 2014 criou uma lista de perguntas sobre livros para que os fãs respondessem dia a dia.

Para aderir ao movimento não precisa de nada especial. Basta responder as questões diariamente e postar onde achar melhor – nas suas redes sociais, blogs ou sites. À cada resposta postada é colocada a hashtag #RPGaDay2018. Isso facilita para que todos os participantes possam se localizar e trocar conhecimento e experiências.

Esse movimento é uma forma incrível de ampliarmos o sentimento de sermos rpgistas, trocarmos experiências, dúvidas, alegrias, tristezas e, principalmente, conhecimentos.

Se quiserem acompanhar minhas respostas podem procurar no álbum do Facebook RPGaDay 2018, que diariamente postarei as respostas!

Abaixo veja as perguntas dia a dia:


SEMANA UM: O QUE
1 - você ama sobre RPGs?
2 - você procura num RPG?
3 - te deixa mais atento, curioso, fascinado, encantado num jogo?
4 - Qual seu NPC memorável?
5 - Qual NPC recorrente favorito?

SEMANA DOIS: COMO
6 - os jogadores podem ajudar a deixar o mundo/cenário mais real?
7 - um GM/DM/Narrador/Mestre pode deixar os desafios mais importantes?
8 - podemos trazer mais pessoas para jogar RPG?
9 - um jogo já te surpreendeu?
10- jogar RPG já mudou algo em você?
11- Qual o nome mais doido de um personagem seu?
12- Qual conceito mais maluco que você já escreveu para um personagem?

SEMANA TRÊS: DESCREVA
13- como o seu modo de jogar evoluiu.
14- uma falha memorável que foi incrível.
15- uma experiência estranha no RPG, mas que você gostou de participar.
16- seus planos para o próximo jogo.
17- o melhor elogio que você já recebeu enquanto jogava.
18- Que tipo de ARTE inspira seu jogo?
19- Que tipo de MÚSICA aprimora seu jogo

SEMAMA QUATRO: QUAL
20- mecânica de jogo te inspira mais para o RPG?
21- mecânica de dados que você mais gosta?
22- sistema SEM DADOS que você mais gosta?
23- RPG você adoraria jogar novamente?
24- RPG você acha que merece TODO RECONHECIMENTO?
25- Nomeie um jogo que impactou bastante em você no último ano.
26- Qual sua ambição para os jogos do próximo ano?

SEMANA CINCO: COMPARTILHE
27- um jogo muito bom, via transmissão pela internet ou ao vivo mesmo.
28- o nome de pessoas as quais a EXCELÊNCIA EM RPG te inspira.
29- uma amizade que você tem por conta do RPG.
30- algo que você aprendeu jogando com um personagem.
31- o porquê de você participar do #RPGaDay2018

terça-feira, 31 de julho de 2018

White Wolf incluirá aviso de conteúdo e trará orientações no V5



White Wolf incluirá aviso
de conteúdo e orientações no V5

Como todos que acompanham um pouco RPG sabem, essa semana (em 2 de agosto) teremos a GenCon, em Indianapolis. Entre muitas das atrações teremos o lançamento de Vampire, the Masquerade 5ªed (ou apenas V5, como muitos o têm chamado). Essa volta do icônico cenário sombrio repleto de intrigas e horror centrado no mundo vampiresco esteve envolto com muitas controvérsias desde o início, piorando muito com o passar do tempo.

Começando com críticas ao agregarem pessoas de ética duvidosa para o processo de produção da nova edição, o clímax da controvérsia veio semanas atrás após acusações de que a V5 penderia para um teor de apoio ao pensamento da extrema direita e ao alt-right americano (link). Esse embate gerou um furor nas redes sociais com apoios e acusações de ambos os lados obrigando a White Wolf a tomar aberta e diretamente uma posição contrária à todo e qualquer pensamento de teor sexista, preconceituoso, extremista de direita e excludente, assumindo que erros haviam sido cometidos, mas que estariam sendo corrigidos: “A empresa quer ser mais consciente e respeitosa de um público diversificado, incluindo a comunidade transgênero. No futuro, os períodos de teste serão mais longos e usarão um público mais amplo” – Jason Carl, White Wolf. (link)

Com a proximidade do lançamento do V5 a White Wolf tomou outra iniciativa. Muito embora todo um contingente de livros já esteja impresso e pronto para venda na GenCon, a WW decidiu criar uma edição revisada (de última hora) que incluirá um aviso de conteúdo explícito, bem como um apêndice detalhado repleto de estratégias para os jogadores lidarem com temas maduros em suas mesas. As próximas prensagens já virão com essa alteração, enquanto a versão digital (que todos que adquirirem o impressão terão direito) já estará contando com ela.

O texto de abertura está abaixo:

“Nas últimas décadas, Vampire: The Masquerade abordou a escuridão no mundo real através de histórias de horror: falou sobre a AIDS, exploração capitalista, predação sexual, o ressurgimento do extremismo político de extrema direita, fanatismo religioso, vigilância estatal e privada. e muitos outros problemas. Esta versão do jogo não foge de nenhum dos itens acima, e acreditamos que a exploração de assuntos como esses é tão válida nos jogos de RPG quanto em outras mídias. Incluir um assunto problemático em um jogo Storytelling não é o mesmo que glorificá-lo, e se você aproveitar a oportunidade para explorá-lo criticamente, pode ser exatamente o oposto. Se entendermos os problemas que enfrentamos, estaremos melhor armados para combatê-los.

[A Quinta ediçãod e Vampiro] inclui as referências e expressões: violência sexual, extremismo político, violência física e gore, o controle da mente, tortura, abuso, prisão e sequestro, racismo, sexismo e homofobia, para citar poucos. É um jogo sobre monstros. 

Mas é apenas um jogo.

Não use isso como desculpa para ser um monstro.”

Esta abertura era tudo o que queríamos e esperávamos de um jogo e de uma empresa que presa por um mínimo de ética e moral, preocupando-se com a gigantesca massa de jogadores que entraram em seu cenário e sistema.

Além disso, essa nova versão contará com um longo apêndice repleto de estratégias e dicas para o mestre e jogadores se portarem, como dar abertura para um diálogo aberto e claro sobre limites e elementos incômodos (gatilhos). Nesse apêndice teremos também dicas de como lidar com esse tipo de tema e sugestões de bibliografia de apoio.

São importantíssimas essas mudanças de postura da WW. Temos que ponderar que até semanas atrás, quando eclodiu toda a polêmica sobre a postura atual da V5, nada disso parecia estar em pauta para a White Wolf, e o fato de adicionarem de última hora um elemento tão importante nos dias de hoje como o que está neste apêndice e na carta de abertura corrobora que isso, no mínimo, não havia sido pensado até aquele momento. Tópicos como esses não são pouca coisa (sugiro a leitura do artigo Contrato Social, da Aline Silva) e nos dias de hoje é inadmissível não serem pensados antecipadamente, ainda mais em um cenário que se pretende real e sombrio.

Aqui vale a máxima “antes tarde do que nunca” e saúdo a iniciativa (tardia) da White Wolf em mostrar empatia e consideração com um tema tão importante e presente. Seria uma pena eles manterem os erros e perderem muitos de seus fãs. Todos querem voltar ao cenário de Vampiro, mas queremos voltar em um ambiente seguro...

... agora podemos.

Checklist Marvel: Julho de 2018



Passamos uns meses sem postar o checklist da Marvel por um simples problema do descaso deles em manterem os blogs atualizados e informados. Resolvi parar de esperar uns meses para ver se isso se resolvia, mas até agora nada. Então resolvi gastar meu tempo pesquisando por conta por meu interesse próprio e paixão pelos quadrinhos, e não para beneficiar a empresa. Sei que muita gente coleciona e aguarda mensalmente os checklists... então, eis ela de volta, trazendo as HQs da Marvel que estão sendo lançadas no período entre julho e agosto!

GUARDIÕES DA GALÁXIA #20


A conclusão da caçada de Kraven, o reencontro entre Rocky Racum e Senhor das Estrelas e os últimos momentos dos Guardiões espalhados pela Terra antes da nova invasão de Thanos ao planeta (mostrada na edição anterior), no último número de Guardiões da Galáxia!
Edições originais: Star-Lord 6, Star-Lord Annual 1, Rocket Raccoon 4-5
Páginas: 100
Preço: R$ 15,90

Arquivo de Fichas - Mutantes e Malfeitores 3ªed: Wiccano [William Kaplan - Marvel]

Arquivo de Fichas – Mutantes e Malfeitores 3ªed
Wiccano [William Kaplan]
Ficha 013


“Veja, eu sou filho de uma bruxa e um androide. Eu sou o desejo deles se tornando realidade. Maior que magia, informação viva, retro-reencarnado em forma humana.”

NP: 10

HABILIDADES
Força 1    Vitalidade 2  Agilidade  3           Destreza 3
Luta 4     Intelecto 3     Prontidão 4          Presença 1

PERÍRICAS
Enganação 5 (+56), Especialidade (conhecimento arcano) 6 (+9), Intuição 5 (+6)

VANTAGENS
Ataque à distância 6, Ataque acurado, Avaliação, Esforço Supremo, Iniciativa aprimorada, Memória eidética (magias), Ritualista, Trabalho em equipe

PODERES
Efeitos mágicos 99 pontos
Levitação mágica: Voo 4 (Extra: Sutil 2)
Cura Mágica: Cura 8 (Extra: persistente)
Magias: Variável 8 (40 pontos de uso – Extra: Ação/Movimento): EAD: Ataque mágico: Dano 10 (à distância, descritor variável amplo/magia); EAD: Portal: Teleporte 10 (Extra: Portal, Dimensional 2)
Bastão mágico: Facilmente removível - Característica 1 (Retorna à mão); Dano 2.

OFENSIVO
Iniciativa +7
Desarmado +4 – corpo a corpo, Dano 1
Bastão +4 – corpo a corpo, Dano 2
Ataque mágico +10 – à distância, Dano 10

DEFENSIVO
Esquiva +8                     Fortitude +6                
Aparar +7                      Resistência +2
Vontade +7

PONTOS: 177
Habilidades 42 + Perícias 8 (16 graduações) + Vantagens 13 + Poderes 99 + Defensivo 15

COMPLICAÇÕES
Perda de Poder: Wiccano precisa escutar suas magias para que elas funcionem.
Relacionamento: tem um relacionamento controverso cm sua verdadeira mãe, Wanda (Feiticeira Escarlate).
Relacionamento: William se sente responsável por Hulkling, seu namorado.
Preconceito: sua homossexualidade pode gerar problemas em determinados ambientes.

Ficha em PDF (2 versões)

   


segunda-feira, 30 de julho de 2018

Dicas do Mestre - 100 armadilhas, engodos e truques V



Dicas do Mestre
100 armadilhas, engodos e truques V

41. Ordem dos Quadros
O grupo está vasculhando uma dungeon à procura de uma dita sala secreta com informações importantes para sua jornada. O conhecimento dela veio de um diário encontrado em algum ponto inicial da dungeon. Em meio à suas andanças passam por um corredor com vários quadros com imagens de nobres foram senhores da região, mas que não parecem ter nenhuma outra ligação entre si. Após muito procurarem não encontram nada e começam a se perguntar o que teriam deixado passar.

A sala secreta está muito bem escondida e o corredor é a chave para chegarem à ela. Se o grupo perder algum tempo lendo com mais cuidado o diário perceberão que ele possui uma passagem que debate um erro sobre quem foram os verdadeiros nobres que comandaram a região. Em meio ao texto descobrirão que um deles nunca chegou a assumir o cargo por ter sido morto à caminho da cidade. Se o grupo tirar o quadro dessa pessoa da parede uma porta secreta se abrirá no lugar onde o quadro estava.

Dica: Isso pode ser feito com qualquer tipo de informação desde que o grupo tenha como descobrir isso de alguma fora.


sábado, 28 de julho de 2018

Arquivo de Fichas - Mutantes e Malfeitores 2ªed: Ka-zar [Marvel]


Arquivo de Fichas – Mutantes e Malfeitores 2ªed
KA-ZAR [Kevin Plunder]
Ficha 229


“Zabu é amigo de Ka-zar...
Seu primeiro amigo...
Seu único amigo!”

NP 7

HABILIDADES
FOR 18 (+4) DES 14 (+2) CON 16 (+3) INT 14 (+2) SAB 16 (+3) CAR 12 (+1)

SALVAMENTO
Resistência +3; Fortitude +8; Reflexo +7; Vontade +6

COMBATE
Ataque +9; Dano +4 (desarmado), +5 (faca); Defesa +11, Iniciativa +6.

PERÍCIAS
Acrobacia 5 (+7), Arte da fuga 4 (+6), Cavalgar 6 (+8), Conhecimento (Geografia/Terra Selvagem) 10 (+12), Lidar animais 9 (+10), Escalar 7 (+11), Furtividade 8 (+10), Intimidar 6 (+7), Intui intenção 6 (+9), Nadar 6 (+8), Notar 6 (+9), Sobrevivência 9 (+12)

FEITOS
Ação em movimento, Alvo esquivo, Ambiente favorito (Terra Selvagem) 3, Armas melhoradas*, Ataque Atordoante, Ataque defensivo, Ataque furtivo 3, Avaliação, Duro de matar, Empatia com animais, Equipamento 1 (faca), Escape danoso*, Estrangular, Iniciativa aprimorada, Interpor-se, Lutador veterano*, Parceiro 16 (Zabu), Rastrear, Sono leve.
[*Warriros & Warlocks]

PODERES
Nenhum

PONTOS: 137
Habilidades 28 + Salvamento 13 + Combate 40 + Perícias 19 (76 graduações) + Feitos 37 + Poderes 0


ZABU
Habildiades: FOR 24 (+7) DES 18 (+4) CON 16 (+3) INT 4 (-3) SAB 14 (+2) CAR 6 (+2)
Salvamentos: Res +3, Fort +7, Ref +7, Von +4
Perícias: Furtividade 6 (+10), Notar 6 (+8)
Feitos: Ambiente favorito, Atropelar aprimorado, presença aterradora.
Combate: Ataque +7; Dano: +7 (garras), +10 (mordida); Defesa 10; Iniciativa +4.
Poderes: Golpe 3 (mordida/Dentes-de-Sabre – Feito: Pujante); Supersentidos 2 (Faro, visão na penumbra)
Pontos: Habilidades 22 + Salvamento 9 + Perícias 3 + Feitos 3 +Poderes 9 + Defesa 34 = 80


Ficha em PDF