quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Resenha de Cyberpunk Red

 Resenha de Cyberpunk Red


 
Eu sempre adorei o cenário cyberpunk, mas muito mais em filmes, seriados e livros do que RPG. Muito disso se deve ao fato de no meu meio de RPG ninguém ter a mesma preferência. Por muito tempo fiquei afastado e confesso que voltei a me aproximar mais do tipo de cenário muito mais com o cardgame Android Netrunner do que com RPG em si. Mas isso tem mudado aos poucos.

Quando peguei a edição do Cyberpunk RED, da Talsorian Games, e comecei a ler fiquei com muita vontade de escrever uma resenha sobre ele, mas senti que algo de know-how me faltava para dar o devido peso à uma resenha sobre ele. Então quando li a extraordinária resenha feita por Aaron Narks, do site CannibalHalfingGaming, sabia que tinha que passá-la para o os leitores da Confraria. O acompanho à um bom tempo e sua facilidade para escrever um texto claro, mas profundo e repleto de informação, ao mesmo tempo que divertido me cativam. Fiquem com a belíssima resenha dele e corram para adquirir o seu exemplar de Cyberpunk Red.

 

Cyberpunk Red

 
Uma revisão é, no final das contas, uma opinião. Bons revisores recorrem à sua experiência, especialização e esforço para tornar suas avaliações relevantes e úteis, mas não importa o quão bem pesquisado seja o texto, quão polida e considerada a perspectiva, as avaliações são sempre subjetivas. Uma marca registrada de uma boa redação não é tentar reivindicar objetividade, mas sim listar seus preconceitos da forma mais abrangente possível, em um esforço para ajudar o leitor a compreender e obter valor de sua perspectiva. É por isso que todos vocês precisam saber que sou um fã do Cyberpunk de R. Talsorian.