quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Pathfinder Segunda Edição - Encontros Icônicos: Marés Sinistras

  
Pathfinder Segunda Edição
Encontros Icônicos: Marés Sinistras

 
REAGENTES!

O goblin, Fumbus, saiu saltando das palmeiras para a praia com algo nas mãos erguido triunfantemente alto.

Valeros teve que reprimir o desejo de franzir a testa e suspirar. Fosse o que fosse que o excitável alquimista falava, Valeros não compartilhava de seu entusiasmo e tinha uma sensação de desânimo que não estava prestes a mudar.

Ele já havia lascado a lâmina de sua espada com a ajuda de uma pedra de amolar para cortar meia dúzia de troncos de mogno para uma jangada; seu humor não iria melhorar tão cedo.

Reagentes!” Fumbus foi até Valeros para mostrar sua descoberta. Assim que eles chegaram perto do nariz de Valeros, não havia dúvidas sobre o que eram as pelotas do tamanho de sementes pretas nas mãos do goblin.

Eeuughh!” Ele recuou para longe do cheiro. “Não empurre isso na minha cara, seu...” Valeros pensou em todos os inúmeros goblins que o amaldiçoaram ao pensar em uma palavra para realmente expressar seu descontentamento, e então desistiu.

Fumbus deu uma risadinha e jogou o guano de morcego no barril de grogue remendado que jazia em meio às centenas de outros fragmentos lançados pela maré de seu navio quebrado pelo recife espalhado pela praia. Depois de esfregar as mãos por um momento, o goblin gargalhou histericamente de uma forma que Valeros passou a associar a explosões iminentes.

REAGENTES!